Notícias

Como sobreviver às primeiras semanas na Universidade: comida saudável e sem perder muito tempo

      
Como sobreviver às primeiras semanas na Universidade: comida saudável e sem perder muito tempo
Como sobreviver às primeiras semanas na Universidade: comida saudável e sem perder muito tempo  |  Fonte: Universia

Após o início do novo ano letivo, quem ficou colocado em universidades distantes de casa tem agora toda uma nova vida à sua espera: gestão de finanças pessoais, gestão de tarefas como limpeza do espaço, preparação de refeições, pagamentos de contas correntes, como internet, telemóvel, etc.

Nas residências universitárias, partilhando quartos ou casa, estas primeiras semanas podem representar uma reviravolta na vida de muitos jovens e se no início optam por comer fora, com o tempo, nem sempre se revela a opção mais saudável e barata.
Comendo na cantina da escola, nem sempre o prato do dia - mais económico - agrada? Como tal, na maior parte das vezes muitos alunos acabam por aderir a outras opções menos saudáveis e mais dispendiosas.

O que muitos destes jovens ainda não sabem é que cozinhar nem sempre tem que ser uma tarefa demorada e complicada e que existem mesmo vários pratos, para além do ovo estrelado, que se fazem em menos de 30 minutos e que podem implicar menos de 15 minutos na cozinha.

Hoje sugerimos aqui algumas alternativas:

Almôndegas no formo com molho de tomate e courgette e/ou batata doce

Basta comprar no talho próximo de casa - ou no supermercado - algumas almôndegas frescas ou, em alterativa, comprar a carne picada e fazer as suas próprias almôndegas, ou ainda optar por hambúrgueres frescos. Temperar a gosto com sal e pimentas e/ou pimentão doce e regar com um molho de tomate que levou de casa ou que acabou de fazer. Para o molho de tomate pode por exemplo, fazer um refogado de cebola e alho, juntar o tomate, temperar a gosto e, depois de deixar cozinhar durante 5 minutos, triturar tudo. Pode usar a gosto e, caso sobre, guardar em vácuo ou congelar para uma próxima utilização. Para acompanhar, pode descascar e cortar em fatias finas ou em forma de espiral uma courgette, temperar com sal e azeite e eventualmente algumas pimentas e assim fazer uma pasta vegetariana. Caso prefira, pode descascar uma batata doce, cortá-la em fatias e temperá-la com azeite, alho em pó, mistura de pimentas e sal.

Outras variações

Se não tem por hábito comer carne, pode optar por adaptar esta receita a um prato de peixe. Mas atenção, caso opte por salmão, sendo um peixe gordo por natureza, em vez do molho de tomate opte por temperá-lo apenas com sal, sumo de limão, alho e um fio de azeite. E no caso da pescada, por exemplo, poderá fazer as duas opções: molho de tomate, ou apenas sumo de limão, sal e azeite.

Opção Vegetariana

Se é vegetariano, pode fazer uma variação diversificando os legumes - pode ainda juntar chuchu e abóbora e fazer com ou sem molho de tomate.

Depois desta preparação, basta levar todos os ingredientes ao forno a 180º, juntos ou em pírexes separados durante cerca de 30 minutos, 20 no caso da opção vegetariana.

Bom apetite e, se sobrar, já tem também uma refeição para o dia seguinte. Pode ainda acompanhar qualquer uma destas opções com uma salada.

Quer saber mais?
Veja todas as notícias




Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.