Notícias

Licenciados ganham mais e têm melhor qualidade de vida em Portugal, segundo livro apresentado na UMinho

      
Licenciados ganham mais e têm melhor qualidade de vida em Portugal, segundo livro apresentado na UMinho
Licenciados ganham mais e têm melhor qualidade de vida em Portugal, segundo livro apresentado na UMinho  |  Fonte: Universidade do Minho

CONHEÇA O PORTAL DE ESTUDOS UNIVERSIA

ENTRE AQUI E INFORME-SE!

Será que uma licenciatura ainda compensa? Segundo um estudo cujos resultados são apresentados hoje em lvro, os diplomados do ensino superior ganham mais 50% face a quem tem apenas o 12º ano e desfrutam de melhor qualidade de vida, conclui um estudo com cerca de 2,8 milhões de trabalhadores do setor privado português. Estas e outras conclusões são hoje apresentadas pelas 15h no auditório da Escola de Direito da UMinho, no campus de Gualtar, em Braga, no livro “Benefícios do Ensino Superior”, coordenado pela Universidade do Minho e financiado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Cidadãos diplomados tendem a ser mais ativos politicamente e a ter maior confiança no sistema político, nas instituições e na sociedade

Os resultados revelam que parte significativa da satisfação dos licenciados advém dos rendimentos mais elevados e da maior empregabilidade que o ensino superior proporciona. “É importante recordar que os benefícios não se esgotam ao nível individual. Há benefícios coletivos que devem ser tidos em conta na discussão de política pública de ensino superior. Por exemplo, profissionais com baixa escolaridade auferem melhores salários quanto maior for a escolaridade dos seus colegas ou quanto maior for a proporção de licenciados na sua cidade ou região”, explica o coordenador Miguel Portela (foto), da Escola de Economia e Gestão da UMinho. Além disso, os cidadãos diplomados tendem a ser mais ativos politicamente e a ter maior confiança no sistema político, nas instituições e na sociedade onde estão inseridos.

Conclusões discutidas por vários especialistas

A obra é apresentada pelos autores Miguel Portela e Hugo Figueiredo (Universidade de Aveiro), no âmbito da conferência “Ensino Superior: Estudar Compensa?”, integrada no “Mês da Educação e da Ciência”. Segue-se um debate com Hugo Carvalho (presidente do Conselho Nacional da Juventude), Rui Vieira de Castro (UMinho) e Mariana Gaio Alves (Universidade Nova de Lisboa). O evento inclui ainda a apresentação do ensaio “O Ensino Superior em Portugal”, por João Filipe Queiró (ex-secretário de Estado do Ensino Superior) e Pedro Teixeira (Universidade do Porto).

Já em 2012 os dados eram estes.

A sessão vai ser emitida via streaming em bit.ly/2hoTfHa.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.