Notícias

Principais erros que os candidatos cometem nos grupos de emprego nas redes sociais

      
Principais erros que os candidatos cometem nos grupos de emprego nas redes sociais
Principais erros que os candidatos cometem nos grupos de emprego nas redes sociais  |  Fonte: Universia

REGISTE GRATUITAMENTE O SEU CURRÍCULO

ENTRE AQUI

Há muito que as oportunidades de emprego deixaram de ser divulgadas apenas nos formatos de papel, como as páginas dos jornais ou nos editais dos centros de emprego. Com o crescimento da internet proliferam também, não apenas os portais de emprego online - como é o caso dos portais de emprego da rede Trabalhando - bem como centenas de grupos nas redes sociais (Facebook), com vista a ajudar quem procura emprego.

A oferta é já muita: grupos de emprego privado, comunidades mais abertas; grupos ou páginas mais locais/regionais, outros grupos mais orientados de acordo com a área de formação (marketing, design, engenharias, arquitetura, restauração, etc).

Nestes grupos, e de acordo com o target de cada um, milhares de anónimos vão partilhando as ofertas de emprego com as quais se deparam no dia a dia e as empresas divulgam as suas necessidades laborais.

E perante esta nova realidade aqui descrita, o principal a reter resume-se a 4 pontos:

  1. Quem divulga determinada oferta muitas vezes não sabe mais nada sobre a oferta para além daquilo que escreveu. Compete ao potencial interessado procurar mais informação, seja através do contacto direto à empresa mencionada, seja clicando nas ofertas publicadas.
    Compete ao potencial interessado procurar mais informação
  2. Muitas vezes basta um simples clique no post divulgado para ficar a saber toda a informação pertinente: tipo de contrato, horário, principais requisitos, etc
    Experimente clicar no post e consultar toda a informação disponível
  3. Não adiantar comentar que está interessado e ficar depois a aguardar depois que alguém o contacte. Isso dificilmente vai acontecer. Se está verdadeiramente interessado informe-se. Entre no anúncio e veja de que forma se pode candidatar. Haverá certamente um contacto: email, ficha de inscrição, etc.
    Não comente que está interessado e fique depois de braços cruzados
  4. Nunca, mas mesmo nunca deixe o seu número de telemóvel na divulgação de uma oferta de emprego. Não vai ser contactado e nunca se sabe o que poderão fazer com esse dado pessoal. Não corra riscos desnecessários! Uma vez mais, a única forma de se candidatar às ofertas de emprego divulgadas nestes grupos é seguindo as instruções do anúncio.
    NUNCA deixe o seu número de telemóvel visível para toda a comunidade

Lembre-se:

E se tem algum tempo disponível e gostava de abraçar uma causa e enriquecer o seu currículo, também tem agora disponível o AJUDAMOS.PT. Clique e informe-se de que forma pode ajudar ou ser ajudado:



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.