Notícias

Geração Z aposta mais em valores e visão das empresas do que no dinheiro

      
Geração Z aposta mais em valores e visão das empresas do que no dinheiro
Geração Z aposta mais em valores e visão das empresas do que no dinheiro  |  Fonte: KPMG

Registe o seu CV grátis

Registe aqui

O estudo Student´s Career Preferences Survey da KPMG Internacional auscultou 4165 estudantes de Gestão, Ciências, Tecnologia, Engenheira e Matemática de algumas das melhores universidades do mundo, incluindo estudantes portugueses, e concluiu que atualmente os estudantes, futuros profissionais no mercado de trabalho, dão extrema importância aos valores e à visão das empresas onde podem vir a trabalhar.

Lembramos que a Geração Z é aquela que já nasceu com a internet e o social media. Leem em tablets, estudam/aprendem online e fazem muitos trabalhos de grupo via Internet. No fundo, serão todos aqueles que já nasceram depois de 1995.

Neste estudo da KPMG, as opiniões dos jovens portugueses estão alinhadas com as dos estudantes mundiais, destacando-se a importância que atribuem aos valores e à visão das empresas potenciais empregadoras:

* 89% dos estudantes inquiridos considera assim importante trabalhar numa organização que tenha um impacto positivo no mundo. Um pacote competitivo no que toca à remuneração e benefícios complementares é naturalmente um dos principais critérios de escolha, ainda que a grande maioria dos estudantes (79%) refira preferir trabalhar numa organização com um forte sentido de propósito a ganhar o salário mais elevado possível.
Os jovens portugueses estão portanto enquadrados numa nova visão e numa nova mentalidade a nível mundial, para quem o dinheiro não é tudo. Para além de quererem trabalhar em empresas com elevado sentido de propósito e com valores alinhados com os seus, para 92 por cento dos inquiridos é muito importante que a empresa onde vão trabalhar tenha uma visão interessante.

* O desenvolvimento pessoal e profissional é outro dos aspetos altamente valorizado pelos alunos em todo o mundo. Quase metade dos inquiridos refere que ter oportunidades de desenvolvimento pessoal e de adquirir qualificações profissionais são factores importantes na selecção de um empregador.

* As respostas dos estudantes comprovam também uma maior abertura para uma carreira internacional. A maioria referiu estar disponível para trabalhar num outro país, sendo que mais de 65 por cento dos jovens estão preparados para trabalhar em dois, três ou até em quatro países e 27 por cento responderam que podem trabalhar em mais de quatro países diferentes, à semelhança do que terá sido respondido pelos jovens da Geração Y num estudo Universia/Trabalhando.pt.

* No que diz respeito às profissões mais desejadas, no topo das preferências dos estudantes que participaram neste survey estão a área financeira, a área dos serviços profissionais e a área da tecnologia.

Para José Portugal, Partner e Head of People, Performance & Culture da KPMG Portugal  “os resultados deste estudo sobre as preferências de carreira dos estudantes vão ao encontro do que ouvimos dos recém-graduados que contratamos. Os valores e a missão da empresa estão entre os principais critérios na análise a um potencial empregador. Os jovens querem desenvolver trabalho com impacto e fazer parte de uma organização onde sintam que contribuem para fazer a diferença, ao mesmo tempo que lhes permite crescer e progredir na carreira.”

Já Rachel Campbell, Global Head of People da KPMG Internacional, acrescenta que: “Os estudantes de hoje esperam percursos profissionais flexíveis, o que pode passar por trabalhar em múltiplos países. Procuram carreiras com significado e um sentido de propósito e estão dispostos a ir para onde as oportunidades os levarem.”

A KPMG, responsável por este estudo, é uma rede global de firmas profissionais que prestam serviços de auditoria, fiscalidade e consultoria que está presente em 152 países com 189 mil profissionais a trabalhar nas firmas membro a nível mundial. Com 46 sócios e mais de 1000 colaboradores, a KPMG em Portugal tem escritórios em Lisboa e no Porto.

Quer saber mais?
Veja todas as notícias


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.