Notícias

Vença a timidez e não tenha medo de pedir emprego

      
Vença a timidez e não tenha medo de pedir emprego
Vença a timidez e não tenha medo de pedir emprego  |  Fonte: Shutterstock

Registe o seu CV grátis

Registe aqui

Para procurar um novo emprego, ter um bom currículo não é a única coisa que o pode ajudar; ter uma rede de contactos pode ser crucial. O contacto virtual com pessoas desconhecidas é uma boa oportunidade para conseguir uma vaga de emprego. No entanto, não são todas as pessoas que conseguem vencer a timidez e abordar diretamente esse assunto delicado. Veja a seguir algumas dicas que prometem ajudá-lo a apresentar-se da forma mais correta àquelas pessoas que o podem ajudar - e muito - no seu regresso à vida ativa:

1. Comece devagar

Faça uma lista com os nomes que tem em mente e com os quais não se sente tão à vontade para entrar em contacto. Feito isto, liste-os por ordem de dificuldade de abordagem e escolha qual deles estará mais recetivo para uma conversa.

2. Não aceite um "não"

Por vezes, quem procura emprego não quer contactar outra pessoa porque considera que esta não vai querer ou poder ajudar, mas a verdade é que nunca saberá ao certo até perguntar. Se ganhar confiança e coragem para esta abordagem vai dar-se conta que muitas pessoas gostam de ajudar. O pior erro é não admitir que está desempregado. Muita gente encontra oportunidade para alguma vaga quando menciona que não está a trabalhar, às vezes até mesmo após uma simples conversa com o vizinho.

3. Faça uma boa apresentação

Hoje em dia, toda a gente está sempre muito ocupada. Torna-se por isso importante chamar a atenção dos contactos sobre aquilo que pretende o mais rápido possível. Faça uma apresentação direta que mostre quem é e o que oferece. Antes de se apresentar a alguém investigue bem o trabalho dessa pessoa, em que projetos participa, entre outras coisas, para poder mostrar que tem a experiência necessária para colaborar nessas áreas.

4. Peça mais conselhos do que informações sobre as vagas

Além de evitar comprometer outra pessoa, o seu contacto vai vai sentir-se mais confortável em dar-lhe conselhos úteis sobre o que geralmente ocorre nas empresas, além de poder sugerir outros contactos.

5. Ofereça algo em troca

Não é porque está desempregado que não existe nada que possa oferecer em troca de ajuda. Aproveite o tempo que passa na internet para procurar assuntos que possam acrescentar mais valor para as pessoas que se mostraram recetivas ao seu contacto.

6. Peça sempre outros contactos

Ao fim de algum tempo questione se existe alguém lhe possa ser indicado para pedir mais informações e conselhos. Se a impressão foi boa e a conversa correu bem, certamente que lhe serão indicados mais alguns nomes.

7. Estabeleça uma rede de contactos

Crie uma lista com o nome das pessoas com quem já conversou e que mostraram interesse e envie-lhes e-mails uma vez por mês para os manter atualizados sobre a sua procura de emprego. Não se esqueça de mencionar também as pessoas com quem já conversou. Isto vai fazer com que não se esqueçam de si e caso surja alguma vaga, poderão indicá-lo. Os e-mails devem ser curtos e preferencialmente com algum tema que também possa interessar às pessoas que o vão receber. Mesmo depois de entrar num novo emprego não deixe de criar redes, até porque o tempo médio de cada pessoa num emprego é de aproximadamente quatro anos, por isso é possível que volte a necessitar de procurar uma nova oportunidade de emprego.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.