Notícias

Ser viciado em trabalho pode ser prejudicial para a sua saúde, saiba como mudar

      
Ser viciado em trabalho pode ser prejudicial para a sua saúde, saiba como mudar
Ser viciado em trabalho pode ser prejudicial para a sua saúde, saiba como mudar  |  Fonte: Shutterstock Brasil

Trabalhar é importante. Seja por questões financeiras ou satisfação pessoal, todos precisamos de ter uma função e de nos sentirmos úteis, no entanto, o seu emprego não se pode tornar no centro da sua vida. As pessoas viciadas em trabalho – ou workaholics – podem estar a prejudicar a sua própria saúde, sabia? Descubra como mudar este hábito e ter sucesso profissional de um modo mais saudável.

Conseguir apresentar um bom desempenho, com bons índices de produtividade e de metas atingidas é o objetivo da maio parte dos funcionários dentro das empresas. Uma vez por outra, dedicar-se a um projeto durante mais algum tempo do que o normal, também não é nada de transcendente. O problema é quando isso se torna frequente e, pior, passa a aceitar o termo “workaholic” como elogio. Podendo gerar desde pequenos problemas de saúde até mesmo à morte, o excesso de trabalho é perigoso e precisa de alguma atenção.

Recentemente, um estudo realizado pelo governo japonês comprovou que um quinto da mão de obra do país corre o risco de morrer por excesso de trabalho. Outro estudo, feito pela Universidade da Geórgia - nos EUA - revelou que, ao contrário do que se pensa, quem é workaholic é afinal menos produtivo. E o motivo pode estar no próprio organismo.

Transtornos como a ansiedade e a depressão estão altamente ligados ao excesso de trabalho. Stresse e cansaço extremo, também. Isso, claro, tende a diminuir a produtividade, além de gerar conflitos no âmbito pessoal. O grande problema é que muitas das pessoas viciadas em trabalho não admitem que se trata de algo negativo e tendem a encarar isso como algo positivo. Este é o engano. Trabalhar demasiado não lhe traz muitos mais benefícios do que trabalhar durante o período normal de trabalho.

Se está sempre a pensar em conseguir mais tempo para trabalhar, fica stressado se não consegue e abdicar de hobbies pelo trabalho, é o alerta vermelho ao qual deve estar atento. Avalie a sua postura, veja quantas vezes e há quanto tempo vem fazendo isso e admita para si mesmo que algo pode estar errado.

O primeiro passo é procurar auxílio psicológico. Regra geral, o vício pelo trabalho tem raízes em outros problemas e pode ser apenas o sintoma de algo maior. Em segundo, procure algo que realmente goste de fazer, que lhe dê mais prazer do que o trabalho ou que pelo menos costumava dar. Coloque como meta fazer aquilo que gosta pelo menos duas vezes por semana e vá evoluindo gradualmente. A ideia é mostrar a si mesmo que é possível equilibrar o trabalho e o lazer.

Trabalhar é importante, mas descansar, ter hobbies e dedicar o seu tempo fora do trabalho a outras coisas, também. Aproxime-se de amigos e de familiares, ouça aquilo que eles têm para lhe dizer e, sempre que o trabalho lhe venha à mente, lembre-se: não há nada que não possa esperar pelo dia seguinte.

Quer saber mais? 
Veja todas as notícias



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.