Notícias

Conhece os principais rankings universitários mundiais?

      
Conhece os principais rankings universitários
Conhece os principais rankings universitários  |  Fonte: Shutterstock

CONHEÇA O PORTAL DE MOBILIDADE UNIVERSIA

ENTRE AQUI E INFORME-SE!

Os rankings universitários diferem nas classificações globais que atribuem às universidades porque avaliam indicadores diferentes. Estes rankings podem ser muito úteis para quem ainda está indeciso sobre a universidade a frequentar, sobretudo quando se está a equacionar a candidatura a um programa de mobilidade como o Erasmus+, ou a um Master ou MBA.

Assim, deixamos aqui a lista com os principais rankings a ter em consideração e quais os critérios mais valorizados:

U-Multirank
U-Multirank surgiu em 2014. É financiado pela Comissão Europeia e liderado pelo CHE - Cente for Higher Education, com o apoio do programa Erasmus +.  Distingue-se dos outros rankings pela sua abordagem multidimensional. Para além da investigação, é avaliado o desempenho nas dimensões ensino/aprendizagem, transferência do conhecimento, internacionalização e envolvimento regional.

Times Higher Education World University Rankings
O Times Higher Education World University Rankings é reconhecido desde 1994 como uma das fontes mais confiáveis na divulgação de rankings das universidades. As notas dadas às instituições de ensino são baseadas nos seguintes critérios:

  • Ensino: é analisado o ambiente de aprendizagem, ou seja, número de funcionários em relação ao número de estudantes, corpo docente e quantidade de doutores lecionando na universidade (o que representa 30% da pontuação);
  • Pesquisa: avalia-se o número de pesquisas desenvolvidas e a importância das mesmas (representando 30% da nota geral);

  • Citações: é considerada a influência das pesquisas feitas pela universidade (o que também representa 30% da nota);

  • Impacto na indústria: analisa a capacidade da universidade em ajudar a indústria com inovações, invenções e consultoria (representa 2,5% da pontuação);

  • Internacionalização: leva em conta a quantidade de funcionários e alunos estrangeiros, além de acompanhar a quantidade de pesquisas com colaboradores internacionais (equivale a 7,5% da nota).

THE Young University Rankings
Elaborado pelaTimes Higher Education,THE Young University Rankings elege as 200 melhores universidades de todo o mundo com menos de 50 anos.

Rankings do Financial Times
O Financial Times publica seis vezes por ano rankings com as melhores instituições no que se refre a MBA, MBA Executivo, Mestrado em Finanças e Mestrado em Programas de Gestão. No portal do jornal é possível escolher critérios que vão permitir eleger a melhor universidade de acordo com aquilo que considera ser mais importante, por exemplo, a percentagem média do aumento salarial do aluno após a conclusão de um MBA em determinada instituição.

QS World University Rankings
O QS World University Rankings classifica as 600 melhores universidades do mundo e é um dos rankings mais respeitados, sendo consultado por futuros estudantes universitários, profissionais e governos em todo o mundo. Os rankings do QS baseiam-se em quatro pilares fundamentais: investigação, ensino, empregabilidade e internacionalização.

No site do QS existe uma ferramenta de comparação que ajuda a selecionar a melhor universidade de acordo com os critérios que cada um considera serem mais importantes, como por exemplo, a reputação académica, a quantidade de estudantes estrangeiros, citações da universidade em textos científicos, entre outros.

Ranking de Leiden
ranking de Leiden, um dos mais conceituados internacionalmente, utiliza a base de dados científicos da Web of Science da Thomson Reuters, centrando-se em publicações sob a forma de artigos e “reviews” mas excluindo livros, publicações em atas de conferências e publicações em jornais e revistas não indexados na WoS.

Academic Ranking of World Universities (ARWU)
Academic Ranking of World Universities (ARWU)
, criado pelo Center for World-Class Universities, que utiliza dentre seus critérios os seguintes indicadores:

  • Prémios: O número de ex-alunos e funcionários que já ganharam prémios Nobel e medalhas Fields;
  • Citação dos investigadores: O número de investigadores altamente citados selecionados pela Thomson Scientific;
  • Publicações em revistas: O número de artigos publicados em revistas de Natureza e de Ciência;
  • Publicações de artigos: O número de artigos indexados no Science Citation Index – Expanded e Social Sciences Citation Index;
  • Desempenho per capita: O desempenho per capita em relação ao tamanho de uma instituição.

Mais de mil universidades são realmente classificadas por ARWU a cada ano e os melhores 500 são publicadas na web.

Quer saber mais?
Veja todas as notícias



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.