Notícias

Projecto Mobility Young Adult recebe inscrições para intercâmbio gratuito

      
Fonte: Shutterstock
O Projecto Mobility Young Adult (MYA), que é uma parceria entre a Liga Portuguesa dos Direitos Humanos – Civitas, a Liga Italiana dos Direitos Humanos e a Associação Pró Democrática da Roménia e é organizado pela associação italiana LOAD, ainda está ainda a receber candidaturas. Serão selecionados 10 jovens estudantes universitários, sendo 5 raparigas e 5 rapazes, para um intercâmbio gratuito em Roma, em Itália, a realizar entre os dias 2 e 20 de novembro de 2016. Podem candidatar-se às vagas pessoas com idades compreendidas entre os 22 e os 24 anos e que tenha domínio da língua inglesa.

Leia também:
» Programa oferece alojamento em troca de companhia para idosos
» Dois projetos universitários portugueses na final internacional do Spin2016
» Universidade Europeia firma parceria para intercâmbio nos EUA

O objetivo do projeto é promover o diálogo intercultural e a convivência social das pessoas com diferentes origens, fomentando o desenvolvimento de um raciocínio aberto, que ajude a evitar o preconceito com pessoas de diferentes culturas e nacionalidades e também estimular a consciência das semelhanças e diferenças entre as pessoas. O grande interesse por trás desse objetivo é aumentar a inclusão social e a tolerância entre todos os cidadãos europeus.

O intercâmbio será composto por diferentes módulos e atividades, incluindo seminários de estudo sobre os países de origem, palestras, visitas culturais à Roma e trabalhos em grupo. Todos os custos com transporte, hospedagem e alimentação serão cobertos pelo programa e os jovens serão acompanhados por um professor e dois animadores socioculturais.

Os interessados em participar devem enviar sua candidatura para projecto.ligacivitas@gmail.com, preferencialmente até ao dia 10 de outubro. Será dada prioridade ao estudante de cursos relacionados com a mediação cultural, ciência política, linguística e relacionados, que tenham bom aproveitamento escolar, com menores rendimentos comprovados e conhecimento em inglês (mínimo nível B1), além de interesse nos temas.

Este programa foi aprovado pela Agência Nacional de Juventude, organismo público supervisionado pelo Governo Italiano e pela Comissão Europeia, sendo promovido ao abrigo do Erasmus+, recorrendo a ferramentas promovidas pela Comissão Europeia, como a certificação europeia Youthpass.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.