Notícias

Não percas a oportunidade de ganhar um MBA

      
As inscrições estão abertas até 23 fevereiro
As inscrições estão abertas até 23 fevereiro
  • Concurso Primus Inter Pares pretende contribuir para uma cultura de rigor e promover a excelência da gestão em Portugal
  • Candidata-te a frequentar um MBA numa prestigiada business school com a matrícula e as propinas pagas
  • Se és finalista de um mestrado em Gestão, Economia ou Engenharia e tens média igual ou superior a 14 este prémio pode ser teu

O Prémio Primus Inter Pares distingue todos os anos os alunos finalistas de um mestrado na sequência de uma licenciatura em Gestão de Empresas, Economia e Engenharia que mais se destaquem pelas suas capacidades de liderança, comunicação, criatividade, espírito de equipa, entre outros. As inscrições para a 15ª edição decorrem até 23 de fevereiro.

Os três vencedores de cada área vão frequentar um MBA (Master in Business Administration) em escolas de negócio nacionais ou internacionais com oferta dos custos da matrícula e propinas. Os quartos classificados recebem um curso de pós-graduação. Os vencedores serão anunciados em junho de 2018.

O objetivo da iniciativa do Banco Santander Totta e do jornal Expresso é contribuir para uma cultura de rigor, profissionalismo e excelência na gestão de empresas.

 Quais as escolas que estão envolvidas?

- IESE – Business School University of Navarra, em Barcelona

- IE Business School, em Madrid

- The Lisbon MBA (Universidade Católica e Universidade NOVA)

- ISCTE Business School

- ISEG

- Porto Business School

Dos três MBA escolhidos, dois deles deverão realizar-se numa escola portuguesa.

Gostavas de estudar Gestão de Empresas?

Procura cursos na Universia

Quem pode concorrer?

Estudantes de nacionalidade portuguesa, com menos de 26 anos e a frequentar o último ano de mestrado, após uma licenciatura em Gestão de Empresas, Economia ou Engenharia, com média igual ou superior a 14 valores.

Como decorre a seleção?

Ao contrário de outros prémios, o processo de seleção leva em consideração não apenas as classificações académicas, mas também as capacidades de liderança, iniciativa e trabalho em equipa.

Depois da primeira fase de análise e seleção de candidaturas, os estudantes vão passar por diversas provas de avaliação, em contexto digital e presencial, para serem apurados 24 finalistas.

Mais tarde realiza-se durante um fim-de-semana, em regime residencial, a fase de provas físicas e de equipa, que servirá para testar as suas competências de liderança, criatividade e espírito de equipa, capacidade de comunicação e negociação, bem como improviso, entre outras.

Depois desta fase prática, os cinco finalistas do prémio vão ser entrevistados pelo Júri do Prémio, composto por Francisco Pinto Balsemão (Presidente), António Vieira Monteiro (Vice-Presidente), Estela Barbot, Raquel Seabra e António Vitorino.

Quem venceu a última edição?

A última edição do Prémio Primus Inter Pares distinguiu Marta Pereira da Nova SBE.

O Ensino Superior continua a ser a grande prioridade da política de Responsabilidade Social Corporativa do Santander Totta, através do Santander Universidades. Em Portugal, o Santander Totta investe anualmente cerca de 6 milhões de euros no Ensino Superior, através dos 53 acordos estabelecidos com Universidades e Institutos Politécnicos.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.