Notícias

Os cursos online mais procurados no mundo

      
Cursos online ligados com computadores e aprendizagem do inglês são muito procurados
Cursos online ligados com computadores e aprendizagem do inglês são muito procurados
  • Cursos ligados com computadores e aprendizagem do inglês estão em alta nas plataformas de e-learning.
  • Os cursos mais procurados incluem não só habilidades técnicas, como também capacidades sociais e de comunicação.
  • As plataformas de e-learning vocacionam-se para alunos de todas as idades.

No top 10 dos cursos mais procurados de 2017 na plataforma Coursera, três deles estão relacionados com a construção de discursos. Em plena explosão tecnológica, falar bem em público é uma tendência, mas os conhecimentos técnicos ao nível dos computadores e sobre os segredos do cérebro humano também são muito valorizados.

Por isso o curso de Machine Learning (que ensina como funcionam os computadores sem serem explicitamente programados) e o Learning How to Learn (que explora a forma como o cérebro aprende) são os mais populares. “Às habilidades técnicas foram adicionadas nos últimos anos as capacidades sociais e a comunicação: o mercado requer pessoas capazes de aprender rápido e saber interagir de forma efetiva ", explica Jeff Maggioncalda, CEO da Coursera.

Plataformas de e-learning colocaram no mapa os MOOC

Em conjunto com outras plataformas de prestígio, como a edX ou a Udacity, a Coursera colocou em 2011 no mapa os chamados MOOC (Massive Open Online Course )que permitem que qualquer pessoa no planeta tenha acesso ao conteúdo que até então era exclusivo para os alunos de estabelecimentos de ensino de elite.

Em 2011, os professores de informática Daphne Koller e Andrew NG da Universidade de Stanford lançaram a Coursera, que hoje conta com mais de 150 universidades afiliadas e entre os seus acionistas está o magnata Carlos Slim. Os alunos podem escolher entre mais de 2.000 cursos por um preço que varia entre os 25 aos 85 euros.

Universidades unem-se a plataformas de e-learning

Estas plataformas não declararam guerra às universidades, mas atraíram um número tão grande de alunos que mais de 300 centros de ensino superior em todo o mundo se filiaram para oferecer os conteúdos mais avançados.

Outra das grandes tendências é a aprendizagem do inglês. Na lista dos 10 cursos mais procurados do ano na edX, o primeiro é como preparar o TOEFL, que é seguido pelo IELTS e um outro curso de gramática. "Vemos um grande interesse em aprender novas línguas e há uma grande procura por cursos que permitem avançar profissionalmente. A informática e o empreendedorismo também estão em alta ", diz Anant Agarwal, fundador da edX, que ultrapassa 13 milhões de estudantes em todo o mundo e possui mais de 130 universidades afiliadas.

A grande diferença da edX é que a inscrição nos cursos é gratuita e, só se o estudante desejar receber um certificado oficial, deve pagar entre 21 a 84 euros no caso dos MOOC e entre 500 e 1.400 euros para os chamados micro masters.

"O que nos diferencia das universidades tradicionais é que oferecemos formação ao longo da vida", diz Sebastian Thrun, fundador da Udacity, com mais de oito milhões de estudantes em todo o mundo.

Udacity aposta em programas de tecnologia de curta duração

A Udacity é a plataforma de formação mais tecnológica e há um ano lançou as nanocarreiras, um total de 20 programas especializados em tecnologia de curto formato que criaram em conjunto com o Google, a IBM, o Facebook, a Amazon, entre outros. Estas empresas valorizam esses programas quando contratam novos funcionários.

No caso do Google, entre os seus funcionários já existem 40 alunos da Udacity. "Um dos cursos de maior sucesso é como construir carros autónomos. Avançamos para o futuro. Essa é a nossa especialidade. " Os pequenos cursos da Udacity custam cerca de 170 euros por mês. A plataforma também oferece 150 MOOC.

Gostavas de ganhar uma bolsa de estudo?

Procura na Universia


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.