Notícias

Como podem as Novas Tecnologias salvar as carreiras de Humanidades?

      
Se estudares humanidades também podes ter um papel relevante numa empresa tecnológica
Se estudares humanidades também podes ter um papel relevante numa empresa tecnológica
  • As carreiras ligadas à informática e tecnologia vão partilhar campos de ação com as humanidades.
  • Os estudantes de humanidades são fundamentais para compreender o mundo e os seres humanos.
  • São as pessoas com esta formação que podem ajudar a humanizar as tecnologias.

O fanatismo pelas carreiras ligadas às áreas de ciência, tecnologia, engenharia e ,atemática espalhou-se por todo o mundo como o único salvador da empregabilidade.

Estudantes que se sentem confortáveis com a ciência, a matemática e os conhecimentos de engenharia tendem a ser vistos como potenciais vencedores no mercado, enquanto aqueles que não demonstram facilidade ou apetência por números e estão na área de humanidades acabam frustrados a acreditar que nunca encontrarão um bom trabalho.

No entanto, a conceção da tecnologia está a mudar porque os serviços ou produtos são personalizados para utilizadores, exigindo conhecimento do comportamento humano.

Falsa dicotomia entre tecnologia e humanidades

A necessidade de técnicos é inegável num planeta altamente tecnológico em que a automatização é preponderante. No entanto, as pessoas capazes de compreender o comportamento humano, bem como os seus hábitos, são fundamentais para o entendimento dos desafios sociais, de modo a que se possam criar tecnologias que os solucionam. O confronto entre tecnologia e humanidades é uma falácia: as características das sociedades atuais demonstram que uma não pode sobreviver sem a outra.

Gostavas de estudar humanidades?

Procura cursos na Universia

Desde o início dos tempos, as humanidades foram responsáveis por manter a curiosidade viva, promovendo uma mentalidade crítica e encontrando os motivos dos comportamentos das comunidades, bem como do indivíduo em particular. A nossa condição humana não mudará apesar da tecnologia continuar a avançar, mas também é verdade que a tecnologia não nos abandonará. Desta forma, ambos terão que andar de mãos dadas para alcançar soluções eficientes que atendam às necessidades reais.

Desmistificação das carreiras ligadas à Ciência e Tecnologia

 Os estudantes pré-universitários são encorajados a escolher carreiras ligadas às áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática porque estão ligadas a oportunidades de emprego rápidas e a bons salários.

No entanto, a universidade está a perder influencia na área técnica devido à proliferação de cursos intensivos para permitem adquirir competências concretas e reduzir as lacunas entre o mercado e a academia. A educação universitária não pode ser substituída por formações intensivas, mas já não é suficiente como aprendizagem linear focada em tecnologias.

Licenciados em Ciências Humanas em empresas de tecnologia

Os mecanismos das humanidades incentivam o nascimento de ideias criativas fora do alcance da ciência. Um artista tradicional pode realizar contribuições extraordinárias para os últimos desenvolvimentos na realidade aumentada, porque as técnicas do programador de software são combinadas com o conhecimento estético e teórico para alcançar um produto de excelência.

Da mesma forma, as humanidades permitirão ampliar as limitações da ciência. O trabalho sobre o ser humano nunca vai sair de moda e a sua psicologia vai adaptar-se ao contexto histórico e aos desenvolvimentos tecnológicos.

Por outro lado, as carreiras são mais versáteis do que há 30 anos e um historiador pode estudar tecnologia para ajudar ao desenvolvimento de um videogame ou um antropólogo pode formar-se em big data para apoiar a criação de bancos de dados que solucionem problemas culturais . Os currículos são flexíveis e os alunos podem mover-se entre disciplinas sem terem de ficar numa área. Na verdade, configurar um perfil alternativo combinando mais de um item vai dar vantagem no mercado de trabalho.

A relevância das humanidades nas empresas de tecnologia

A importância das humanidades em empresas de tecnologia reside mais no pensamento estratégico do que nas habilidades adquiridas. Formular as questões certas, encontrar caminhos que levam à exploração de respostas e a entender o que representam esses intermináveis conjuntos de dados sistematizados com fórmulas, é o desafio que as empresas mais competentes enfrentam.

O objetivo é desenvolver produtos que sejam realmente úteis para os utilizadores, analisando o mercado ao qual eles são direcionados para evitar a perda de clientes através da aplicação de estratégias de marketing desumanizadas. As carreiras ligadas à informática e tecnologia continuarão a ser cruciais, mas podemos presumir que não destronarão as humanidades. A ideia em cima da mesa é que partilhem campos de ação.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.