Notícias

Universidades portuguesas no ranking mundial QS

      
No total, existem sete universidades portuguesas entre as melhores do mundo
No total, existem sete universidades portuguesas entre as melhores do mundo
  • Sete universidades portuguesas estão na lista das melhores do mundo no ranking QS.
  • A Universidade do Porto e de Lisboa encontram-se entre as 400 melhores do mundo
  • O ranking classifica as mil melhores universidades de 85 países diferentes, com base na análise de mais de 4500 instituições.

No total, existem sete universidades portuguesas entre as melhores do mundo, segundo o QS World University Rankings 2019. Duas dessas instituições de ensino superior – a Universidade de Lisboa e do Porto – encontram-se entre as 400 melhores. As outras que são mencionadas nesta listagem são a Nova de Lisboa, Universidade de Coimbra, de Aveiro, do Minho e a Católica Portuguesa de Lisboa.

Lugares ocupados pelas universidades portuguesas

  • Universidade do Porto: 328
  • Universidade de Lisboa: 355
  • Universidade Nova de Lisboa: 405
  • Universidade de Coimbra: 407
  • Universidade de Aveiro: 531-540
  • Universidade do Minho: 651-700
  • Universidade Católica Portuguesa: 751-800

Apesar de estarem em lugares cimeiros a Universidade do Porto e de Lisboa registaram uma queda, já que no ranking de 2018 ocupavam a 301ª e 305ª posição, respetivamente. Segundo, a QS quatro das sete instituições assinalaram uma descida de posição.

“As quedas registadas pelas instituições portuguesas ocorrem principalmente devido à deterioração da sua classificação no indicador de reputação entre empregadores”, sublinha a entidade responsável por este ranking. Esta avaliação baseia-se nas perceções de mais de 42 mil empregadores em todo o mundo sobre a qualidade dos licenciados de uma universidade.

Qual a proporção professores/alunos?

Os resultados também foram influenciados pelo indicador que analisa a proporção entre professores/alunos que leva em consideração o tamanho das turmas nas universidades presentes nos rankings. Este ponto fez com que cinco das sete universidades portuguesas recebessem uma pontuação mais baixa. Em média, existem 14 alunos por professor, o que se situa abaixo da média de 12 estudantes por docente na Europa Ocidental.

No que respeita a outras questões analisadas como a reputação académica e o impacto da investigação universitária registaram melhorias. A QS refere ainda que cinco das sete universidades portuguesas aumentaram o número de citações académicas, que mede a valorização da instituição pela comunidade de ensino superior.

Gostavas de tirar mestrado?

Procura opções na Universia

Estados Unidos lidera ranking QS

No Top continuam as universidades norte-americanas. Em número um continua o MIT (Massachussetts Institute of Technology) que lidera o ranking há sete anos. A Universidade de Stanford está em segundo, a de Harvard em terceiro e em quarto a Caltech (California Institute of Technology) encontram-se nos lugares seguintes. As duas rivais no Reino Unido, a Universidade de Oxford (quinto) e a de Cambridge (sexto), trocaram de lugares pela primeira vez na história do ranking.

No que respeita à Ásia, é em Singapura que ficam as duas melhores universidades: a Universidade Nacional de Singapura (11ª) e a Nanyang Technological University (12.º).

As melhores universidades para estudar finanças

EBook: As melhores universidades para estudar finanças

Encontra as escolas mais conceituadas para estudar finanças segundo o QS World University Rankings, que vincula estudantes, pós-graduados e executivos com as melhores instituições educativas a nível mundial.

Inscreva-se e baixe este eBook gratuitamente



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.