Notícias

Candidatura ao ensino superior em Portugal para estudantes brasileiros

      
A presença das universidades online facilita muito o processo de candidatura
A presença das universidades online facilita muito o processo de candidatura
  • Número de estudantes brasileiros em Portugal não pára de crescer.
  • O ENEM pode ser aplicado tanto no acesso das universidades portuguesas.
  • Para saber os calendários de candidatura consulte os sites das universidades que pretende frequentar.

O número de estudantes estrangeiros, em especial brasileiros, interessados em estudar em Portugal aumentou, este ano, em 22%, de acordo com os dados da primeira fase do concurso de acesso ao ensino superior. Segundo o jornal O Globo, o número de estudantes brasileiros em Portugal cresceu 540% desde 2005.

Para ingressar no ensino superior português o estudante brasileiro necessita ter concluído o ensino médio e ter realizado o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio). É também imprescindível ter um visto de estudante, mas atenção este tipo de visto não contempla a autorização para trabalho remunerado.

Até ao final do ano, o consulado português em São Paulo já suspendeu o processamento de pedidos de nacionalidade portuguesa, o que está relacionado com o aumento dos vistos de estudos. Os pedidos aumentaram 24% face ao ano passado, chegando perto dos 6000 pedidos, dos quais 61% correspondem a vistos de estudo.

ENEM é válido no ensino superior português

O ENEM pode ser aplicado tanto no acesso a universidades brasileiras como europeias, como acontece em Portugal. Este é o método utilizado pela maior parte dos estudantes com nacionalidade brasileira que pretendem ingressar no ensino superior português.

A utilização do ENEM passou a ser possível em Portugal desde 2014. A Universidade de Coimbra, a instituição de ensino portuguesa com mais brasileiros, foi a primeira em Portugal a aceitar a nota do ENEM.

Atualmente 35 estabelecimentos de ensino superior aceitam este exame como forma de ingresso para alunos brasileiros. O curso de Medicina e Medicina Dentária são exceções.

Os estudantes estrangeiros, incluindo os brasileiros, podem candidatar-se através de um Concurso Especial de Acesso. Devem ser titulares de qualificação que dê acesso ao ensino superior, entendida como qualquer diploma ou certificado emitido por uma autoridade competente que ateste a aprovação num programa de ensino e lhes confira direito de se candidatar e poder ingressar no ensino superior no país em que foi conferido.

Em alternativa, devem ter diploma do ensino secundário português ou de habilitação legalmente equivalente.

Prazos

Os estudantes portugueses candidatam-se ao ensino superior público através de um concurso nacional e, dependendo da média alcançada, podem ou não ter vaga na universidade ou politécnico escolhido.

O período de inscrição e seleção ocorre geralmente entre maio e agosto, para o ano letivo começar em setembro. O primeiro período de candidaturas é a 1ª fase e as vagas não preenchidas são disponibilizadas no segundo período de candidaturas que é chamado de 2ª fase. Existe ainda 3ª fase, em que são disponibilizadas as vagas que não foram preenchidas na 2ª fase.

No caso das pós-graduações como o semestre inicia em setembro, geralmente os processos seletivos para uma pós-graduação em Portugal começam em março, abril ou maio. Para saber os calendários consulte os sites das universidades que pretende frequentar.

Para além das faculdades públicas, os estudantes brasileiros também podem ingressar nas privadas. A Universidade Católica – Pólo de Braga – já tem pós-graduações com exceções para captar estes potenciais alunos.

Esta situação implica que os portugueses iniciem o curso numa época e os brasileiros no semestre a seguir, existindo um semestre extra para colmatar os diferentes tempos.

Por exemplo, para os estudantes brasileiros que queiram frequentar o 
Mestrado em Comunicação Digital basta que apresentem o documento de identidade, o certificado de habilitações ou a conclusão de estudos do 1º ciclo na área das Ciências da Comunicação Social e Afins.

Custos

As universidades em Portugal são pagas e mesmo as públicas exigem propinas. Para saber os valores certos consulte as mensalidades nos sites das universidades onde pretende estudar e evite surpresas. 

Processos de seleção feitos online

Geralmente os processos de seleção são feitos online, o que facilita muito a vida dos estudantes brasileiros e estrangeiros.

5 conselhos para começar a universidade com o pé direito

Infografía: 5 conselhos para começar a universidade com o pé direito

O modo como te relacionas com colegas e professores é muito importante para que te sintas bem no ambiente universitário. Com esta ideia em mente, anota 5 conselhos para começar o ano letivo com o pé direito

Registe-se e descubra 5 conselhos para começar a universidade



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.