Notícias

É professor e gostava de ensinar programação? Esta oportunidade é para si

      
Ao todo os novos bootcamps da Academia de Código têm 130 vagas disponíveis
Ao todo os novos bootcamps da Academia de Código têm 130 vagas disponíveis
  • Os próximos bootcamps começam já em janeiro e têm inscrições abertas para várias turmas em Lisboa, Fundão, Ilha Terceira e Porto.
  • Ao mesmo tempo, Lisboa tem cinco bolsas para professores não colocados que queiram ensinar programação.
  • Estes docentes vão ter acesso ao curso de forma gratuita.

Depois do Concurso Público de Professores ter deixado de fora quase 40 mil profissionais em todo o país, a Academia de Código vai dar oportunidade a estes professores de se sentarem do outro lado da carteira para aprenderem programação e, dessa forma, poderem vir a ensinar outros alunos de futuros bootcamps.

As bolsas são oferecidas pela Academia de Código e dizem respeito ao bootcamp de Lisboa que tem reservadas cinco cadeiras para a conversão dos professores que, findas as 14 semanas de aprendizagem, ficarão capacitados não só para programar como também para dar aulas de programação.

A Academia garante trabalho para os professores que mais se destacarem ao longo do bootcamp. Não interessa o background, nem local de residência - os professores candidatos apenas terão que provar que não ficaram colocados no Concurso Público de Professores no presente ano letivo. 

Gostavas de estudar informática?

Procura cursos na Universia

Novas perspetivas, uma nova carreira

A formação abre também a possibilidade para quem deseja seguir uma nova carreira. No final, os Junior Software Developers podem vir a fazer parte do grupo de pessoas formadas pela academia e que estão hoje empregadas com um ordenado médio de 1.150€/mês.

As únicas condições são ter mais de 18 anos, saber inglês, estar disponível “de corpo e alma” para este desafio e completar a candidatura ao campus escolhido em academiadecodigo. org.

Ao todo estes novos bootcamps têm 130 vagas disponíveis. O bootcamp de Lisboa tem duas turmas por preencher, ou seja, 40 vagas. As candidaturas terminam a 5 de janeiro. No Porto existem 30 vagas abertas até 6 de janeiro. Nestas duas cidades, o valor dos bootcamps é de 6000 euros.

Gostava de viver no Fundão?

No Fundão estão alocadas 20 vagas para futuros FullStack Software Developers de qualquer parte do globo, até 16 de dezembro. Aqui o aluno só começa a pagar o curso quando, e se, encontrar trabalho na área das TI. Caso não encontre emprego no prazo de 12 meses, o curso é totalmente gratuito.

Se, findo o curso, o aluno decidir aceitar uma proposta numas das empresas do Fundão, terá apenas de pagar metade do valor total do curso (2.500€). Para quem pretender fazer o curso no Fundão mas depois trabalhar fora da região, o pagamento deve ser feito na totalidade (5.000€).

O desenvolvimento da atividade neste concelho da Beira Interior resulta de uma parceria com a Câmara Municipal do Fundão e é uma das iniciativas que tem ajudado a cidade a tornar-se num dos principais hubs tecnológicos e de empreendedorismo no país.

Na Ilha Terceira existem 40 vagas em aberto, para quem tenha residência fiscal no arquipélago, até dia 30 de dezembro. O bootcamp e alojamento são oferecidos a 100% de forma a fixar talento nessa ilha. Cumpridos todos os objetivos do bootcamp pelo aluno, o emprego numa das empresas sediadas na ilha está garantido.

Onde estudar informática em Portugal

EBook: Onde estudar informática em Portugal

Os melhores programas formativos para uma carreira em que os profissionais começam a ser procurados pelas empresas quando ainda estão a estudar na universidade.

Inscreva-se e baixe este eBook gratuitamente



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.