Notícias

4 alternativas para financiar o curso universitário

      
Como financiar uma carreira universitária e frequentar as instituições de ensino superior
Como financiar uma carreira universitária e frequentar as instituições de ensino superior
  • A procura pelo ensino superior é maior hoje em dia, o que significa que as necessidades financeiras tendem a aumentar consideravelmente.
  • Existem programas de bolsas, créditos de formação ou outros planos para que nenhum estudante seja excluído do ensino superior por razões económicas.
  • As opções vão desde a ajuda de entidades governamentais até bolsas de estudo e facilidades de pagamento fornecidas pelas universidades.

Estas 4 alternativas para financiar cursos superiores são ideias para estudantes com baixos recursos económicos que estudam nas universidades públicas ou para quem pretende frequentar as instituições de ensino superior privadas.

1)  Bolsas para estudantes com baixos recursos

Podem ser atribuídas bolsas de estudo no âmbito do sistema de apoios sociais para a frequência de cursos ministrados em instituições de ensino superior aos estudantes inscritos em cursos técnicos superiores profissionais, cursos de licenciatura e de mestrado.

Pode também ser atribuída bolsa de estudo aos licenciados ou mestres que, no período de 24 meses após a obtenção do grau, se encontrem a realizar estágio profissional para o exercício de uma profissão.

É ainda condição fundamental que o agregado familiar não tenha património mobiliário superior a 100.560 euros (240 vezes o valor IAS – indexante dos apoios sociais), que o rendimento per capita seja igual ou inferior a 6.707,52 euros anuais (16 vezes o valor do IAS) e que tenha a situação tributária e contributiva regularizada.

2) O que é o Crédito para Formação?

É um crédito pessoal com propriedades muito particulares, com o qual os estudantes podem fazer o pagamento das suas propinas, deslocações e alojamento, alimentação, todo o tipo de materiais que necessitam para estudar como uma calculadora científica ou mesmo um computador, etc. Este crédito para a formação é diferente do crédito tradicional pessoal em algumas características.

Período de carência: Esta é uma particularidade deste crédito que poderá ser pedida pelo aluno, sendo que somente os juros serão cobrados durante o período de carência, o que torna muito mais fácil de pagar as despesas relacionadas com os estudos universitários, mesmo que a opção do aluno seja estudar a tempo inteiro e não tenha nenhum tipo de trabalho a ajudar a comportar as despesas.

Montantes disponíveis: Com um montante a situar-se num valor mínimo de 1.000 euros e um máximo de 75.000 Euros, o valor disponibilizado pode ser mais elevado do que aqueles que normalmente são concedidos nos créditos pessoais. Este crédito para a formação pode ser disponibilizado de uma só vez ou em prestações regulares ao longo do tempo de ensino.

Condições do crédito: Esta é uma característica que todo o aluno deve ter máxima atenção. O desempenho do aluno, seja ter aproveitamento em todas as cadeiras que frequenta ou conseguir manter uma boa média nas disciplinas, poderá  mudar as condições do crédito. Os bancos, em caso de incumprimento, podem subir as taxas de juro ou mesmo terminar o período de carência que o estudante pediu.

3) Bolsas internacionais

Poderás encontrar bolsas de estudo anuais ou semestrais que são criadas para promover o talento das pessoas que têm dificuldades em ter dinheiro para estudar no estrangeiro. É o caso da bolsa do RM Istituto Moda e Design em Milão em que poderás ter a oportunidade de ganhar uma das cem bolsas que estão a ser oferecidas a estudantes internacionais para incentivar a ida de talentos na área da moda e design para esta cidade italiana. 

4) Bolsas de mobilidade Santander

A Universidade de Coimbra (UC) e o Banco Santander Totta pretendem através da atribuição de bolsas incentivar a mobilidade de estudantes e docentes da Universidade de Coimbra, que realizem períodos de estudo/estágio, investigação ou ensino numa instituição em países de Língua Oficial Portuguesa e com os países da América Latina ou atrair estudantes e professores de instituições estrangeiras.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.