Notícias

Como ensinam as universidades portuguesas na área dos direitos humanos?

      
Duas universidades portuguesas fazem parte de uma rede global de instituições de ensino que ensinam direitos humanos
Duas universidades portuguesas fazem parte de uma rede global de instituições de ensino que ensinam direitos humanos  |  Fonte: Shutterstock
  • Uma centena de universidades uniram-se para formar uma plataforma global de educação pós-graduada na área dos direitos humanos e democracia.
  • A Universidade de Coimbra e a Universidade Nova de Lisboa fazem parte desta rede.
  • As problemáticas dos direitos humanos e da democracia estão na ordem do dia.

Para os alunos interessados em carreiras que estejam intimamente ligadas com os direitos humanos existe o Campus Global de Direitos Humanos que oferece oportunidades de formação na área.

E quem integra este campus? Nada menos do que uma centena de universidades de vários cantos do mundo reúnem-se com a mesma meta: formar profissionais especializados em direitos humanos e democracia. Duas destas universidades são portuguesas.

A rede de instituições que compõem o Campus Global de Direitos Humanos, de que fazem parte a Universidade de Coimbra e a Nova de Lisboa, é atualmente a maior plataforma global de educação pós-graduada, formação e investigação na área dos direitos humanos e democracia. Este projeto é financiado pela União Europeia.

Gostava de estudar no ensino superior?

Procure na Universia

O objetivo é oferecer formação pós-graduada em direitos humanos, de modo a preparar os alunos para trabalhar em organizações internacionais, centros de investigação, organizações não-governamentais ou outras entidades envolvidas com a questão dos direitos humanos. No campus circulam anualmente cerca de 250 estudantes e das suas universidades saíram até ao momento mais de 3000 profissionais especializados nestas áreas.

Oportunidades de educação pós-graduada em direitos humanos

A rede desenvolve vários mestrados anuais na área dos direitos humanos, cursos de formação, projetos de investigação e também iniciativas de divulgação na área dos direitos humanos beneficiando dos intercâmbios globais.

 “Somos a maior instituição de educação pós-graduada em direitos humanos”, afirmou em declarações ao jornal Público Manfred Nowak, secretário-geral do Centro Interuniversitário Europeu para os Direitos Humanos e a Democratização (EIUC, na sigla original), a organização chapéu que coordena o trabalho do Campus. “Ensinamos aos estudantes o que fazer quando são enviados para operações no terreno noutros países”, acrescenta o responsável.

Direitos humanos e democracia sob ameaça

Nowak realça ainda que “estamos todos conscientes de que os direitos humanos e a democracia estão sob ameaça”, considerando que estamos a “atravessar a crise mais grave a nível global desde o final da II Guerra Mundial”. O secretário-geral do EIUC é da opinião de que o Campus Global de Direitos Humanos tem uma palavra a dizer em toda esta problemática: “Tentamos superar esta crise através da educação”, afirma, mas também “alertamos para os problemas atuais que ameaçam o futuro dos direitos humanos no século XXI”.

Os profissionais dos direitos humanos estão especialmente preocupados com as crises migratória, climática, económica, bem como com os desafios da democracia. Manfred Nowak destaca, por exemplo, o avanço de ideias, partidos e governos de cariz autoritário nos Estados Unidos, Reino Unido, Polónia, Hungria e também no seu país de origem, a Áustria.

Guia para Empreender na Educação

Guia para Empreender na Educação

Se tem paixão pela área da educação e gostava de se lançar no empreendedorismo, este guia ensina-lhe tudo para um negócio de sucesso

Inscreva-se e receba este eBook gratuitamente



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.