Notícias

Orientar previamente o recrutador ajuda a encontrar mais rapidamente o candidato ideal

      
Orientar previamente o recrutador ajuda a encontrar mais rapidamente o candidato ideal
Orientar previamente o recrutador ajuda a encontrar mais rapidamente o candidato ideal  |  Fonte: Shutterstock
Notícias Seu Emprego, Universia Brasil

DICAS DE RECRUTAMENTO

Os Técnicos do Universia Emprego deixam algumas dicas sobre como conseguir emprego, como funciona o mercado de trabalho e o desenvolvimento profissional. Acompanhe a série

Registe o seu CV grátis

Registe aqui

Durante os processos de recrutamento as avaliações têm um objetivo: selecionar o melhor candidato para a empresa tendo em conta o seu perfil profissional e as suas características pessoais e as necessidades da empresa . Ou seja: candidatos, vagas e valores corporativos devem estar alinhados, e de acordo com os requisitos básicos exigidos.

Para estruturar as competências e características que o candidato ideal deve ter, não basta apenas enumerar pontos básicos, como conhecimentos técnicos ou comportamentos já esperados, ou a ética e a transparência. É fundamental estudar a fundo o funcionamento da área que o candidato vai integrar e a cultura corporativa da empresa contratante – e, finalmente, também ter em conta a expectativa do responsável pela área que se encontra a recrutar.

Procurando resultados cada vez mais assertivos, a Universia, nos seus processos de recrutamento, atua de forma diferenciada do mercado: antes de divulgar a vaga entre o público-alvo, entrevista o gestor responsável pelo cargo.

Para contratar o funcionário ideal, o líder precisa de ter a certeza daquilo que espera do candidato enquanto profissional. As perguntas feitas ao longo da conversa ajudam a elucidar esses pontos principais tão necessários.

Os responsáveis pelo recrutamento que não sabem relacionar a cultura organizacional da empresa e os requisitos básicos da área com os candidatos que estão a participar no processo de recrutamento, acabam muitas vezes por eliminar profissionais qualificados, que se encaixariam perfeitamente na posição em questão.

É por estas razões que o alinhamento prévio que fazemos na Universia se torna tão fundamental. Se não estimularmos esta reflexão, em relação aquilo que as empresas verdadeiramente precisam e procuram, dificilmente o candidato selecionado será o mais indicado para aquela oportunidade.

Depois de estruturado o perfil ideal do candidato, a equipa da Universia guia o responsável pelo recrutamento de determinada empresa para que consiga identificar determinadas características e competências no seu entrevistado.

É a partir desta conversa prévia, com os responsáveis de recrutamento das empresas, que se torna possível conseguir mostrar de que forma se pode apurar determinado comportamento naquele candidato. Caso a empresa esteja à procura de alguém que saiba trabalhar em equipa, por exemplo, indicaremos algumas perguntas que podem ser feitas para verificar se aquele candidato realmente sabe trabalhar em grupo.

Quando necessário, indicamos também algumas formas de estruturar perguntas que gerem uma conversa produtiva com o entrevistado – evitando respostas curtas ou confusas – e de que forma o entrevistador poderá agir para que o candidato se sinta à vontade a responder e a posicionar-se na entrevista.

Começar uma entrevista de maneira agressiva não será uma boa opção. Mas pelo contrário, se começar a entrevista a falar sobre a sua vida profissional e a carreira dentro da empresa pode afastar aquele nervosismo inicial muito frequente entre os candidatos.

Para selecionar o funcionário ideal, o gestor precisa ainda de ser transparente durante a entrevista. Acima de tudo tem o dever de ser realista em relação às necessidades da área, à realidade da empresa e à cultura da organização para observar se o candidato realmente se encaixa no que está a ser proposto.

A transparência do responsável pelo recrutamento é fundamental ao longo de toda a conversa. Caso omita alguma coisa, corre o risco do candidato desistir do cargo em poucos meses.

Ou seja, não é apenas o candidato que se deve preparar para a entrevista. O recrutador também deve estar preparado para conduzir uma conversa eficaz e avaliar o profissional que tem à sua frente. É por isso que o trabalho da Universia, de orientar o gestor antes do encontro, é fundamental para a obtenção de bons resultados e de se fazerem boas escolhas para o preenchimento da vaga.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.