Notícias

8 tendências para o futuro dos Recursos Humanos

      
As empresas estão cada vez mais preocupadas com o bem-estar dos seus trabalhadores
As empresas estão cada vez mais preocupadas com o bem-estar dos seus trabalhadores
  • O digital está a permitir novas formas de recrutamento, trabalho, aprendizagem e envolvimento de funcionários.
  • Os chatbots permitem criar colegas de trabalho virtuais e apps orientam novos funcionários.
  • Nas equipas do futuro os trabalhadores terão mais possibilidades de iniciar novas funções.

As novas soluções de recursos humanos implicam uma mentalidade nova e um conjunto de habilidades tecnológicas. As prioridades se centram ao mesmo tempo no digital e humano.

Os líderes de recursos humanos estão agora mais preocupados com que as pessoas tenham uma boa experiência no trabalho, porque esta tendência permite às empresas implementar os seus valores e cultura, conseguindo desta forma recrutar e reter os melhores talentos.

1 – Dar aos empregados a possibilidade de escolha

A maioria dos locais de trabalho estão pensados para estimular os extrovertidos, mas os introvertidos são também pessoas talentosas com um conjunto de características muito diferentes. As empresas deveriam então perguntar, "Como poderemos nós acomodar tanto os introvertidos como os extrovertidos nos nossos espaços de trabalho?"

A pesquisa da Steelcase realizada com uma amostra global de 12.480 empregados de 17 países documenta que os trabalhadores que têm uma palavra a dizer sobre onde e como trabalham e são livres para escolher um espaço de trabalho são 88% mais focados.

Os empregados devem escolher onde querem trabalhar baseados na atividade que estão a desenvolver. Cada vez mais o espaço de trabalho não é apenas um prédio, mas parte da agenda dos recursos humanos para alargar a cultura da empresa e envolver os funcionários.

Gostavas de tirar uma licenciatura em Recursos Humanos?

Procura na Universia

2 - Aplicar ferramentas de marketing do consumidor

Nas novas tendências dos recursos humanos, os funcionários podem classificar a cultura e a gestão de uma empresa tal como classificam a de um hotel, restaurante ou filme. Os departamentos de RH estão a aplicar ferramentas de marketing do consumidor para recolherem as opiniões dos trabalhadores.

3 – Apps inovadoras podem ajudar os departamentos de RH

 A app YouBelong@Cisco, por exemplo, ajuda novos empregados a movimentarem-se nas primeiras semanas na Cisco. Os funcionários pedem ajuda ao Alex - a sua bússola pessoal inteligente - um app de comando de voz que oferece informação rápida e personalizada sobre uma gama de temas de RH como a política de férias, relatórios de despesas, e questões relacionadas com a saúde.

4 - Usar uma abordagem ágil para recrutar funcionários

A abordagem ágil é normalmente usada no desenvolvimento de software para operar com velocidade e gerir imprevisibilidade. Esta forma de ação está a ser adaptada à área dos recursos humanos para os recrutadores conseguirem descobrir novos talentos em muito menos tempo.

O scrum é uma dessas abordagens e baseia-se numa estratégia interativa e empírica, que procura executar, errar, aprender e melhorar a cada ciclo.

5 - Chatbots piloto em RH

A inteligência artificial está a transformar-se num mercado enorme. Alguns dizem que se assemelha à Internet em meados de 1990 e será construída com todos os tipos de produtos e serviços. Os comerciantes já estão a usar robots — ou programas de computador de inteligência artificial projetados para simular uma conversa através de texto escrito ou falado — para proporcionar experiências personalizadas de conversa on-line.

Na área dos recursos humanos, existe um grande interesse por chatbots com a criação de colegas de trabalho digitais, ou seja, um pedaço de software que trabalha ao seu lado no seu trabalho e participa nas atividades dia-a-dia da sua empresa como um membro ativo e envolvido da equipa.

6 -  Plano para uma força mista de trabalho

A força de trabalho do futuro não será de funcionários a tempo inteiro. Pelo contrário, será misturada, ou composta por funcionários a tempo integral, bem como consultores, freelancers, funcionários a tempo parcial e outros trabalhadores da empresa, conhecidos como trabalhadores de economia Gig.

Líderes de RH com os olhos no futuro devem agir agora para planear uma força de trabalho mista e tratar de questões tais como: de que forma vão ser integrados os trabalhadores gig na cultura da empresa ou quais os tipos de formação que estarão acessíveis para estes trabalhadores?

7 - Desenvolver opções de mobilidade de carreira

Os millennials querem experiências digitais tanto na sua vida pessoal como na profissional. As plataformas de mobilidade de carreira permitem aos funcionários testar novas funções e ampliar as suas habilidades enquanto conservam os seus trabalhos atuais na empresa.

A previsão do local de trabalho do futuro foi realizada entre 2.147 chefes globais de RH e mostra como as empresas estão a criar novas plataformas para os funcionários experimentarem novos trabalhos. Os líderes de RH acreditam que podem verificar-se aumentos do empenho do empregado (49%), melhorar a produtividade dos funcionários (39%) e aperfeiçoar o trabalho de equipe (39%).

8 - Investir no bem-estar dos empregados

As empresas estão a fazer tentativas deliberadas para criar uma visão holística de bem-estar, desde o bem-estar financeiro à saúde e conforto. Chris Boyce, CEO da Virgin Pulse, diz que programas de bem-estar estão a aproveitar a Internet das Coisas (IoT) e a incorporar a inteligência artificial.

Ferramentas de Inteligência Artificial como a Alexa da Amazon, que usam Bluetooth, permitem que os utilizadores saibam como estão os seus objetivos de saúde e fitness sem usar um telemóvel ou um navegador da web.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.