Notícias

3 exemplos para elaborar um perfil profissional

      
Inserir um perfil profissional no curriculum vai jogar a favor do candidato a um emprego
Inserir um perfil profissional no curriculum vai jogar a favor do candidato a um emprego
  • Elaborar um perfil profissional corresponde a incorporar mais valor no curriculum.
  • O perfil profissional é uma ideia atrativa para persuadir empregadores.
  • Objetividade e clareza são fundamentais na escrita do perfil profissional.

O perfil profissional é algo que, mais tarde ou mais cedo, todos teremos que enfrentar. É um texto, não necessariamente longo, em que explicamos aos empregadores quem somos, a nossa experiência profissional, as nossas competências e talentos. É um resumo da trajetória do candidato que deve ser adaptada à oferta de emprego.

Encontra o emprego ideal

Regista o teu CV

Este é um recurso bastante útil para quem tem a responsabilidade de fazer a seleção de candidatos para uma vaga de emprego e do lado de quem procura trabalho oferece a vantagem de ajudar a posicionar a tua marca pessoal em destaque face a outros concorrentes.

O principal documento onde encontramos um perfil profissional é no Curriculum Vitae, porque nos restantes casos estamos a falar de uma carta de apresentação. A maioria dos recrutadores gosta que se faça uma síntese geral do perfil do candidato, que serve de guia para que se possa compreender melhor os dados que vão ser apresentados. 

Onde colocar o perfil profissional

O perfil profissional surge normalmente logo a seguir aos dados pessoais do curriculum, mas deve igualmente ter  uma presença online.

Nos últimos anos, é comum o perfil profissional ocupar destaque nas redes sociais, tanto no Linkedin como no Facebook ou outras plataformas de interação pessoal.

O perfil profissional deve ser redigido de forma clara e objetiva, com um conteúdo apelativo. Nos pequenos detalhes encontra-se muitas vezes a mais-valia para ficar à frente do pelotão na hora de encontrar um trabalho.

3 exemplos para elaborares o teu perfil profissional

1. Apostar em poucas palavras
Neste caso estamos perante uma descrição sintética e direta, em que deves salientar a área de desempenho. “Licenciada em Gestão Hoteleira com experiência profissional em hostel da Grande Lisboa. Profissional hábil e criativa.”

2. Cruzar competências com potencial humano
A descrição do perfil profissional pode ser um pouco mais longa, sem nunca exagerar na quantidade de palavras. Neste estilo, os pontos-chave estão relacionado com as competências técnicas e ao mesmo tempo com as habilidades em áreas humanas e de liderança.

“Como arquiteto, a minha formação académica, humana e laboral focou-se no desenvolvimento e implementação de propostas arquitetónicas orientadas para as energias sustentáveis. Tenho experiência no contacto com empresas internacionais. Sou um profissional comprometido com a investigação, liderança e trabalho de equipa."

3. Enfatizar as qualidades humanas
Se a tua experiência ainda não gera muita expectativa, podes optar por enfatizar  qualidades humanas e um alto grau de flexibilidade para provocar um maior interesse nos empregadores. É uma aposta que funciona em empresas pouco hierarquizadas e onde a formação não é uma prioridade nem um requisito que marque a diferença.

Por fim, seja qual for o tipo de perfil profissional que escolhas para te dar a conhecer, o essencial é que incluas a tua formação, o teu campo de ação, as tuas competências técnicas, as tuas habilidades humanas, expetativas e interesses. O que vais destacar depende da tua intenção e se fores eficaz, em breve, vais obter o emprego com que sonhas.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.