Notícias

5 mulheres empreendedoras portuguesas que deves conhecer

      
5 mulheres empreendedoras portuguesas que deves conhecer
5 mulheres empreendedoras portuguesas que deves conhecer
  • Portugal é um bom país para o empreendedorismo feminino, segundo um estudo realizado à escala global.
  • Existem várias exemplos de sucesso de mulheres empreendedoras em Portugal.
  • Capazes, Chicas Poderosas e o Village Underground Lisbon são alguns projetos que te damos a conhecer.

As empresas só têm a ganhar com a liderança feminina, defendem algumas empreendedoras, realçando a capacidade empática e multitasking das mulheres. Só que o caminho a percorrer pelas mulheres ainda é longo.  

De acordo com o estudo Global Startup Ecosystem Ranking, com dados de 2015, as mulheres representam entre 14% e 25% dos fundadores das empresas, mas Portugal é um bom país para o empreendedorismo feminino. A conclusão surge num outro estudo que indica Portugal como o 6º país do mundo com melhores oportunidades e condições de apoio para as mulheres prosperarem enquanto empreendedoras.

A análise foi revelada Mastercard Index para o Empreendedorismo Feminino, realizado em 57 países de cinco regiões do globo, e no qual o nosso país fica colocado à frente da Austrália, Bélgica ou Reino Unido. Portugal surge também no 10º lugar quanto ao número de mulheres proprietárias de negócios (28,7% do total de empresários). 

1) Mariana Santos – Chicas Poderosas

É a fundadora do movimento Chicas Poderosas, um projeto que nasceu na América Latina e tem como missão dar competências às mulheres relacionadas com a tecnologia e que se tem espalhado à escala global. A portuguesa é ainda a CEO da Unicorn Interactive, uma startup de conteúdos digitais.

2) Mariana Duarte Silva – Village Underground Lisbon

Depois de ter passado algum tempo a viver em Londres, Mariana Duarte Silva trouxe para Portugal um projeto inovador o Village Underground Lisbon, um espaço de cowork para atividades criativas e eventos culturais composto por 14 contentores e 2 autocarros desativados.

3) Susana Sargento - Veniam

Esta empreendedora, investigadora científica e professora da Universidade de Aveiro criou em 2012 a tecnológica Veniam em conjunto com João Barros, da Universidade do Porto. A empresa desenvolve tecnologia que permite ligar automóveis em rede, transformá-los em pontos de acesso à Internet e recolher informação sobre os veículos, para permitir, por exemplo, uma melhor gestão do tráfego ou de redes de transportes públicos. Susana Sargento foi distinguida pela Comissão Europeia com o Prémio Mulheres Inovadoras da UE 2016.

4) Rita Ferro Rodrigues e Iva Domingues – Capazes

Decidiram dar voz a mulheres empreendedoras e criaram a plataforma online Capazes, um espaço de inspiração e luta pelos direitos e igualdade entre todos. Atualmente mais do que uma plataforma, a Capazes transformou-se numa associação feminista, com o objetivo de estimular a ocupação igualitária das mulheres no espaço público.

5) Sara do Ó, Grupo Your

Sara tinha apenas 26 anos quando criou a sua empresa na área da contabilidade nuns apertados 12 metros quadrados. Oito anos depois lidera o Grupo Your, com mais de 500 clientes, que emprega 70 pessoas e fatura 2,5 milhões de euros. Atualmente além da empresa de contabilidade, há mais seis: seguros ou serviço, comunicação de marcas, recursos humanos, e consultoria financeira.

Procuras emprego?

Pesquisa na Universia


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.