Notícias

As vantagens e os inconvenientes de renunciar a um trabalho

      
Identifique sempre os motivos que podem levá-lo a sentimentos negativos no trabalho de modo a tentar encontrar soluções
Identifique sempre os motivos que podem levá-lo a sentimentos negativos no trabalho de modo a tentar encontrar soluções
  • Se a sua saúde física ou mental está a ser afetada por causa do trabalho está na hora de mudar de emprego.
  • A desmotivação pode também surgir quando sentimos que não estamos a ser suficientemente valorizados.
  • Identifique sempre os motivos que podem levá-lo a sentimentos negativos de modo a tentar encontrar soluções.

A pergunta que surge desde logo é se existem tantas pessoas insatisfeitas no mundo, a infelicidade é motivo suficiente para deixar o emprego?

Seth Godin, no livro The Dip, afirma que os vencedores também passam por tempos difíceis e obtêm resultados extraordinários porque não desistem no início do trabalho certo. No entanto, também não se prendem ao que não devem e quando necessário decidem fazer uma saída estratégica de modo a libertar-se com o objetivo de alcançar o lugar certo.

Anote as razões certas para sair de um trabalho:

Saúde

É uma boa ideia mudar de emprego se a sua saúde está em risco, porque nada vale um impacto negativo ao nível físico ou mental com sérias repercussões nos seus relacionamentos e vida familiar. Por exemplo, um trabalhador com asma pode piorar se estiver a trabalhar numa fábrica de produtos químicos ou numa cidade poluída. Noutras situações, o stress pode levar ao ganho de peso, falta de sono ou náuseas diárias.

Medo matinal

Se odeia a ideia de acordar de manhã e tem  medo de ir trabalhar é muito mau sinal. Identifique quais são os motivos que levam a este sentimento. É o seu superior hierárquico que o angustia ou um grupo de pessoas com quem convive diariamente? É o conteúdo do seu trabalho que é monótono? É um conjunto específico de atividades que não gosta? Estas questões vão ajudá-lo a identificar o que está a incomodá-lo. Ao descobrir os motivos pode pensar em algumas soluções que podem incluir a mudança de equipa, a mudança de função lateral, a reformulação do conteúdo do seu trabalho ou até mudar de emprego.

Procura emprego?

Encontre na Universia

Não contribuição

Considera que está a fazer a diferença no seu trabalho ou a alcançar algo significativo? Talvez as suas habilidades estejam a ser subestimadas ou simplesmente se encontre no papel errado ou os seus interesses e objetivos não estejam alinhados com o seu trabalho atual. Reflita sobre o que está a acontecer antes que a sua falta de energia destrua o seu potencial e interfira negativamente na sua vida pessoal.

Estagnação

Sente-se insatisfeito e não está a crescer no emprego atual? Este é um ótimo motivo para a introspeção e pode levar a vários bons resultados, além de desistir. Qual é a razão da sua falta de crescimento? Encontra-se na etapa final das promoções na sua empresa ou o próximo passo está bloqueado? As suas funções permanecem inalteradas mesmo após uma promoção ou há caminho para novas aprendizagens? Cada uma destas questões pode ser resolvida através de um brainstorming individual.

Não estar no lugar certo

Caso se sinta estranho na sua empresa verifique o nível de desconforto. Talvez simplesmente a cultura de trabalho seja negativa ou a própria empresa tóxica. Neste último caso, se existir assédio físico ou sexual, saia rapidamente. Da mesma forma, se houver uma conduta ilegal ou antiética que possa destrui-lo como pessoa ou à sua carreira mude de emprego. Se a cultura é hiper-competitiva ou desanimadora é normal que não consiga encaixar-se.

Mas nunca deixe o seu trabalho se…

Se está com raiva

Nunca abandone seu trabalho com raiva, porque quando se acalmar pode mudar de ideias e perceber que tomou a decisão errada. Não tome medidas que possam invalidar pontes com o seu empregador atual ou com as pessoas com quem trabalha. Saiba que eles são suas referências para trabalhos futuros e essas pessoas vão apreciar, respeitar e lembrar saídas profissionais.

Depois de falhar

Para futuros empregadores, uma renúncia face ao fracasso parecerá que é uma pessoa com pouca resistência. Por isso mesmo que tenha vontade de desistir porque falhou, volte ao trabalho, enfrente o desafio, aceite as críticas e concentre-se em novos e mais positivos resultados. Permaneça responsável pelos resultados e seja responsável pela sua felicidade.

Sem um novo emprego

O mercado de trabalho segue uma regra simples – alguém é considerado tão bom quanto o seu emprego atual. Então, a menos que algo esteja terrivelmente errado nunca desista até ter outro emprego. Quando está desempregado o seu poder de negociação é muito menor e a procura de emprego torna-se emocionalmente desafiadora.

Sem dinheiro

Antes de desistir do seu emprego pergunte a si mesmo: Posso aguentar esta situação? Verifique a sua saúde financeira e meça a sua riqueza pelo número de dias que pode sobreviver sem uma nova fonte de renda.

Existem épocas em que mudamos tanto que precisamos necessariamente de alterar as metas de vida ou redefinir a situação profissional em que nos encontramos. Para sobreviver e ter sucesso, é importante agir de forma proativa e ponderada. Experimente estímulos positivos e se está infeliz tente mudar o rumo da sua vida.

20 erros comuns a evitar numa entrevista de trabalho

Imagen_20 erros comuns a evitar numa entrevista de trabalho

Fica a conhecer os principais erros a evitar para teres êxito numa entrevista de emprego. Aprende o que nunca deves fazer.

Baixá-lo e descubra quais



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.