Notícias

4 conselhos para desligar do trabalho nas férias

      
Tente deixar todas as tarefas e assuntos concluídos para evitar que o incomodem durante os dias de descanso
Tente deixar todas as tarefas e assuntos concluídos para evitar que o incomodem durante os dias de descanso
  • Quando desligamos do trabalho devemos aprender a desfrutar pouco a pouco de cada momento de improvisação.
  • A atividade física, receber os raios do sol ou dar um passeio, fará mais pela recuperação das energias do que dedicar-se quase todo o tempo a vaguear.
  • Tente deixar todas as tarefas e assuntos concluídos para evitar que o incomodem durante os dias de descanso.

O despertador toca. São 07h00. É hora de tomar banho e beber um café. Não há tempo para mais. Escritório, quarenta post-its. Reunião às 10, um relatório para ontem. Outra reunião às 10:30. O supervisor. Outro café de máquina. Depois, ainda mais 32 post-its. O ginásio? Vamos ver se amanhã. Para casa, um pouco de TV e pouco mais. E assim passam semanas e semanas.

Tem as suas férias ao virar da esquina, felizmente, porque o corpo está preparado para suportar altos níveis de stress, mas não é uma máquina. Agora é hora de parar, descansar, aproveitar e divertir-se. Será capaz de parar depois de tantos meses a trabalhar?

Inúmeros estudos reforçam a ideia de que as férias devem ser levadas a sério. Que somente desligando a mente é que ela pode esvaziar-se, para depois, voltar a ser reabastecida. É inútil não ir ao escritório se não pararmos de pensar nele.

Procura emprego?

Encontre na Universia

O cérebro cria automatismos e rotinas para se adaptar a situações tensas e, com o descanso à porta, é importante fazer 'cortes sinápticos' de modo a criar conexões alternativas.

Para isso, e antes de chegar às férias, é conveniente preparar o terreno. Se necessário, delegue e preveja possíveis problemas que possam surgir para que, quando entrar de férias, saiba que pode fazê-lo com tranquilidade. O cérebro tem que se adaptar e se está habituado a trabalhar também precisa de tempo para se adaptar a um novo ritmo de descanso.

Alguns psicólogos consideram que não é aconselhável parar de repente, mas sim gradualmente, porque só desta forma conseguiremos a verdadeira desconexão

E ainda não apareceram, mas, como esperado, as tecnologias podem ser um problema se forem usadas incorretamente. Durante as férias devemos evitar a 'tentação' de conferir e-mails e qualquer estímulo que nos lembre do trabalho. Esta não é uma questão banal: países como a França já proibiram há vários anos que as empresas contatem os seus funcionários após o expediente. Muito menos deve acontecer quando estamos de férias.

Quando já estamos relativamente 'zen', devemos deixar fluir a boa energia, dedicando alguns minutos por dia para ficarmos sozinhos, em silêncio, desfrutando da natureza ou programando atividades sociais agradáveis que podem ajudar a reforçar a eficácia do descanso.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.