Notícias

Um futuro sem currículos?

      
Como vai ser o CV do futuro? O papel continuará a fazer sentido?
Como vai ser o CV do futuro? O papel continuará a fazer sentido?
  • Será que o currículo tradicional está ameaçado?  Perceba quais são as tendências para o currículo do futuro.
  • Atualize o Linkedin, com um registo constante de experiências, habilidades técnicas e comportamentais.
  • O CV do futuro... menos papel, mais interatividade.

Muitas empresas estão a deixar de confiar nos currículos tradicionais como um elemento para considerar ou excluir candidatos. A velocidade vertiginosa com que o mundo está a mudar torna rapidamente obsoletas muitas qualificações.

O sistema educativo tem que se adaptar a esta nova realidade, bem como às novas necessidades dos alunos, preparando os estudantes para uma entrada com sucesso no mercado de trabalho. O desafio é grande, mas acessível. É necessário configurar conteúdos, renovar metodologias e oxigenar a certificação.

Um estudo da Michael Page, consultora de recrutamento, imagina o currículo do futuro com menos papel e mais interatividade. Seria o fim para os candidatos das preocupações com o melhor modelo de currículo, com as datas e descrições de cargos e com os certificados em inglês em papel que tantas vezes ficam no fundo da gaveta.

De acordo com esta análise projeta-se que no prazo de dez anos existirá uma plataforma interativa que servirá como portfólio completo e digital para os candidatos, com a ajudar da inteligência artificial.

Um novo paradigma de comunicação

 No presente as mudanças já se começam a fazer sentir no que se refere às contratações. Os micro-conteúdos do Twitter ou as conversas TEDx com peças de conteúdo de qualidade entre 12 a 18 minutos definem um novo paradigma de comunicação e todos estes aspetos influenciam o modo como o recrutador seleciona os candidatos. Uma forma de apresentação sucinta numa rede social como o Linkedin, mas eficaz, terá muito mais poder do que um currículo cheio de detalhes.

Através da análise do comportamento dos candidatos a um emprego, desde os seus interesses aos comentários que fazem por exemplo no Twitter, é possível determinar se o perfil é o mais indicado para o cargo ou função. Por isso, tenha todo o cuidado com o que publica online e empenhe-se em criar uma marca pessoal forte, que pode ajudar a conseguir aquele emprego que tanto ambiciona.

Novas formas de certificação

Existem também outras questões nas quais devemos pensar quando estamos a pensar na seleção de candidatos a um emprego no futuro. Como pode um diploma atestar o seu real nível de aprendizagem e habilidades? A massificação da oferta educativa reduz o valor do certificado tradicional como uma ferramenta de seleção de talentos e habilidades.

Os dados dão origem a novas formas de certificação. Por exemplo, que os seus colegas reconheçam as suas habilidades, garantam que trabalhou com eles e até comentem sobre o seu desempenho, como sucede no Linkedin. Cada vez mais as empresas estão a procurar os seus candidatos nesta rede social e começam a valorizar o que o ambiente diz sobre as habilidades e experiências de um funcionário em potencial em relação ao que um diploma universitário indica.

6 formatos originais para fazer o CV e conseguir o trabalhado desejado

Ebook: 6 formatos originais para fazer o CV

Muitas vezes pode ser complicado descobrir a melhor forma de criar um CV criativo e por isso criámos este e-book que pretende ser um guia para quem quer apostar tudo na procura de trabalho.

Inscreva-se e baixe este eBook gratuitamente



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.