Notícias

Porquê que é tão difícil trabalhar e estudar na universidade em Portugal?

      
Os trabalhadores-estudantes em Portugal correspondem a pessoas que já iniciaram uma carreira profissional.
Os trabalhadores-estudantes em Portugal correspondem a pessoas que já iniciaram uma carreira profissional.  |  Fonte: Shutterstock
  • Um dos grandes desafios em Portugal é ter de lidar com trabalhar e estudar ao mesmo tempo.
  • É absolutamente possível estudar e trabalhar em Portugal apesar das dificuldades.
  • Em Portugal existem bastantes empregos que os estudantes conseguem conciliar com os seus cursos.

A par da Polónia, Portugal é dos países europeus com mais tempo de aulas, em média, por semana (21 horas). A média europeia é de 17 horas. No Norte da Europa por exemplo na Suécia ou na Noruega o número de horas é de 10 e 13 respetivamente.

Em Portugal, o tempo que sobra para uma atividade profissional, entre o tempo que se passa na universidade e a necessidade de estudar em casa torna-se muito reduzido.

É por isso que apenas 22,3% dos estudantes de licenciaturas e mestrados têm trabalho regular durante o ano letivo e 8% têm trabalho de forma ocasional, segundo o Inquérito às Condições Socioeconómicas dos Estudantes do Ensino Superior em Portugal.

A grande maioria dos trabalhadores-estudantes em Portugal correspondem a pessoas que já iniciaram uma carreira profissional e que por algum motivo decidiram estudar e não estudantes que procuram um rendimento extra para ajudarem a pagar os estudos ou serem mais autónomos em relação às famílias.

Para ajudar quem está a estudar e trabalhar ao mesmo tempo deixamos cinco dicas que vão ajudar a que não enlouqueça:

Gostava de tirar um curso superior?

Procure cursos


1. Estabelecer prioridades

O que é mais importante para si? Estudar ou trabalhar? O primeiro passo é verificar qual o seu principal objetivo neste momento. Se a resposta for o trabalho, o profissional pode alargar o prazo temporal para concluir os estudos, se pelo contrário o diploma for o plano número um deverá procurar um emprego que apresente alguma flexibilidade de modo a ser mais fácil conciliar com os estudos.

2. Crie uma rotina

Tente ser uma pessoa disciplinada, crie uma rotina e seja fiel ao que planeou. Estabeleça horários para se dedicar aos projetos profissionais e para estudar de uma clara e bem definida. Desta forma, existem menos possibilidades de adiar as tarefas e cair na maior das vilãs: a tão temida procrastinação. Tenha também uma hora certa para comer e dormir.

3. Otimize o tempo livre

Não existem milagres. Quem estuda e trabalha ao mesmo tempo tem que sacrificar os tempos livres, nomeadamente os fins-de-semana. Para ter coragem para esta batalha não se concentre tanto no presente, pense antes nos ganhos futuros. Concentre-se na ideia de que está a fazer este esforço para progredir profissionalmente. Com este pensamento e foco nos objetivos é mais fácil evitar as distrações, como estar nas redes sociais ou ver televisão.

Estudar e trabalhar ao mesmo tempo pode ser difícil de conciliar, mas não é impossível. Não desista dos seus sonhos.

5 razões para estudar em Portugal

Infografía: 5 razões para estudar em Portugal

É tão ensolarado como a Espanha, tem uma comida tão saborosa como a da Itália e o custo de vida é quase tão barato como o da Grécia.

Inscreva-se e baixe este infográfico gratuitamente



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.