Notícias

 
César Teixeira, da Associação de Estudantes da ESTIG, explicou que se trata de uma praxe original, que vai ser aplicada, este ano, a alguns caloiros das licenciaturas da escola.

Cerca de 40 caloiros, acompanhados de professores e alunos veteranos e equipados com luvas, máscaras e sacos de plástico, vão limpar a mata municipal de Beja, que está relativamente suja.

É um exemplo do espírito construtivo das praxes do Instituto Politécnico de Beja (IPB), que, longe de humilhar os novos alunos, procuram sempre ter uma componente cívica e inserir os caloiros na vida académica e na cidade, salientou César Teixeira.

Nesta lógica, no ano passado, alunos do IPB foram praxados com trabalho voluntário no canil municipal, lembrou ainda.
As praxes no IPB pretendem estimular a cooperação e a fraternidade entre os caloiros e os alunos veteranos, disse, salientando que os alunos só são praxados se quiserem.
  • Fonte:


Tags:
Comentar

Comentários

    Ver 20 mais

    Comente

    Ver mais

    Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.