Notícias

Arquitectura(s) de Papel - Estudo sistemático de imagens e projectos de Arquitectura do séc. XX

      
A Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto acolhe hoje, pelas 15 horas, a apresentação do projecto de investigação conduzido pela Profª Marieta Dá Mesquita da Faculdade de Arquictura da Universidade Técnica de Lisboa e financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, com a colaboração da Ordem dos Arquitectos.

Arquitectura(s) de Papel - Estudo sistemático de imagens e projectos de Arquitectura do séc. XX, através da "Construção Moderna" 1900-1919 (POCI/AUR/60756/2004) - primeira aproximação a um modelo de investigação.

"As revistas de arquitectura constituem-se como território heurístico privilegiado que pela sua regularidade e periodicidade permitem um percurso fixado num tempo preciso e possibilitam um contacto estreito com o discurso dos seus inerlocutores directos quer sejam os publicistas, os autores dos projectos, os críticos ou franjas significativas da opinião pública.
A Construção Moderna - Revista Quinzenal Ilustrada Sob a Direcção de um grupo de Constructores - Collaborada por Distinctos Technicos da Especialidade, criada em Fevereiro de 1900 e cuja duração se estende até 1919, constitui-se como a primeira publicação periódica portuguesa directamente vocacionada para as áreas da construção, visando preocupações de modernização técnica e procurando um público não necessariamente de especialistas, mas dirigido a um espectro social alargado em que pudessem ser confrontados percursos profissionais distintivos, e onde o denominador comum se alicerçasse na reflexão doutrinária, operativa e cientifica.
A Construção Moderna reflecte preocupações e objectivos presentes na imprensa europeia especializada que entre 1840 e 1920 se constitui como veículo privilegiado de diálogo e informação nas áreas da arquitectura, da engenharia e da construção e reflecte de forma expressa o seu contacto estreito com publicações concretas. A publicação portuguesa não pretende apenas revelar as suas fontes de inspiração metodológica e operativa mas antes divulgar instrumentos propagandísticos e publicitários que permitam criar as condições para a instauração do progresso nacional.
Mais do que uma publicação periódica hierarquizadora de um saber científico plural em que concorrem diferentes especialidades, assume-se, como uma crónica da actualidade, em que coabitam artigos técnicos dispersos, projectos descritivos de edifícios de autorias e qualidades diversas, notícias e reportagens heterogéneas da actualidade internacional e nacional, e textos alusivos ao património histórico-arquitectónico português."

Excerto do texto de apresentação do Projecto de Investigação.
  • Fonte:


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.