Aviso de cookies

O Universia utiliza cookies próprias e de terceiros para melhorar os nossos serviços, através da recolha de informação estatística sobre a sua navegação para poder mostrar-lhe publicidade relacionada com as suas preferências através da análise dos seus hábitos de navegação. Pode sempre desativá-las a partir do seu browser mas, se continuar a navegar, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

 
Como podemos, ou melhor, conseguimos, manter a nossa mente saudável se a sociedade em que vivemos nos imputa cada vez mais stress, pressão e expectativas?

Reunidos no IV Congresso Nacional de Psiquiatria, que decorreu no Luso, de 25 a 28 de Novembro, alguns psiquiatras deixaram dicas para que os portugueses tenham uma melhor saúde mental...

1. Potencie o auto-conhecimento - é importante conhecer-se enquanto pessoa, percebendo as suas limitações e aceitando-as como parte do que é;

2. Viva uma vida afectiva satisfatória, privilegiando momentos de convívio com amigos e familiares;

3. Fomente a auto-estima;

4. Promova pensamentos positivos, deixe de lado o Velho do Restelo que há em si e encare a vida com um sorriso;

5. Mime-se e mime os que estão próximos de si;

6. Dê atenção ao essencial, para quê chatear-se desnecessariamente?;

7. Não crie expectativas irrealistas;

8. Potencie hábitos de vida saudável;

9. Evite o consumo de substâncias que possam causar dependência (nicotina, drogas, álcool);

10. Aprenda a relativizar situações difíceis;

11. Sempre que possível e quando se sinta em grande tensão, faça uma pausa, procurando locais tranquilos, actividades que lhe dêem prazer, estando com pessoas que lhe façam bem;

12. Não alimente comportamentos/sentimentos destrutivos. Há pessoas que tendem a ruminar continuadamente sobre factos passados que estiveram ligados a emoções negativas. Essas pessoas deveriam construir dentro de si um gavetão imaginário onde colassem esses cismas negativos e os fechassem à chave de uma vez por todas;

13. Não sofra por antecipação. Os indivíduos hiper-preocupáveis vivem amargurados com o que lhes pode vir a acontecer no futuro próximo. Muitas vezes, depois dos acontecimentos passarem, não tiveram a importância nem as consequências que receavam;

14. Pratique exercício físico com regularidade. Cerca 30 minutos, 5 vezes por semana. As caminhadas são excelentes opções;

15. Repense a sua atitude face às doenças mentais - procure informação fundamentada, desta forma prepara-se com consciência para a possibilidade de você ou alguém próximo vir a sofrer de uma doença mental. Aí já vai saber como reagir à situação.
  • Fonte:


Tags:
Comentar

Comentários

    Ver 20 mais

    Comente

    Ver mais