Notícias

Torre da UC abre ao público no mesmo dia em que elege novo reitor

      
Foto: Universidade de Coimbra
Foto: Universidade de Coimbra
Para assinalar a reabertura deste ex-líbris de Coimbra, realizou-se  ontem, dia 13 de Fevereiro, pelas 12H00, na Sala do Senado, uma cerimónia na qual foi abordado o contexto histórico do edifício, bem como a intervenção de restauro e conservação realizada em 2010.

A sessão contou com intervenções de Fernando Seabra Santos, Reitor da UC, João Paulo Barbosa de Melo, Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, e Raimundo Mendes da Silva, Pró-Reitor com o pelouro da manutenção de edifícios, e também de António Filipe Pimentel, docente de História da Arte na UC e atual director do Museu Nacional de Arte Antiga. No seguimento da sessão, todos os que contribuíram para o financiamento da obra de restauro da Torre foram convidados a subir os cerca de 180 degraus para desfrutar de uma vista única sobre a cidade.

A intervenção da Torre, financiada pelo Banco Santander Totta e por contribuições de antigos estudantes da UC, incluiu a limpeza e restauro da pedra, a substituição criteriosa das caixilharias e o reforço das condições de segurança e iluminação. A obra integrou um vasto plano de recuperação e valorização da Alta Universitária, no âmbito da Candidatura da Universidade a Património Mundial.

A partir desta segunda-feira, a Torre será visitável, por maiores de 18 anos, às 11H00 e às 15H00, por grupos de até 15 pessoas. O preço do bilhete será de 10 Euros e recomenda-se a reserva prévia através do e-mail reservas@ci.uc.pt. Às 16H00, qualquer membro da comunidade universitária da UC, mediante comprovativo, poderá visitar gratuitamente a Torre, sendo também aconselhável a reserva prévia. Tendo em conta que a subida à Torre é feita por uma escada em caracol cujo espaço se estreita, a visita é desaconselhada a pessoas que sofrem, entre outros, de problemas de claustrofobia ou de coração, ou que tenham vertigens.

Edificada entre 1728 e 1733, em substituição de uma outra erigida em 1561, a Torre da Universidade foi desenhada pelo arquitecto italiano António Canevari, a trabalhar em Portugal ao serviço de D. João V, constituindo a primeira das torres universitárias europeias. Com 34 metros de altura, trata-se de um dispositivo arquitectónico de extrema raridade em edifícios universitários, originado pela necessidade de organizar a vida escolar num edifício nascido com outra vocação: o Paço Real da Alcáçova. Elegante e raro exemplar de torre barroca de carácter civil (classificado como Monumento Nacional desde 1910), de sobriedade clássica, aloja assim, além dos relógios, os sinos que regulam o funcionamento ritual da Universidade. Na última década, a Torre esteve visitável, alguns anos, durante a Mostra/Semana Cultural da UC (que decorre em Março) e aquando do concurso “7 Maravilhas de Portugal”, entre outras iniciativas pontuais.


A UNIVERSIDADE DE COIMBRA

A Universidade de Coimbra é uma referência incontornável no panorama do Ensino Superior em Portugal, pela qualidade reconhecida do ensino ministrado e pelos avanços que tem permitido em várias áreas do conhecimento, em Portugal e no mundo.

Não só esta universidade constitui um verdadeiro ícone de Portugal no estrangeiro, como prossegue, em diversas frentes, esforços de melhoria constante que lhe permitem continuar a afirmar a qualidade do seu trabalho, em ligação com organizações multinacionais e internacionais.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.