text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

A ciência também tem modas?

      
 

SCIENCE HEARTBEAT é o tema do simpósio científico internacional na Universidade do Porto. Se sempre pensou que os cientistas não seguem modas, este simpósio vai ajudar a desmistificar esta questão. Quem nunca, a certa altura, ouviu falar em neurociências e no estudo do cérebro, em investigação de cancro, estudos de impacto ambiental ou descodificação do genoma humano?

Ao longo da história ocorrerem descobertas científicas que se destacaram mais que outras. Portanto, poderá dizer-se que o ritmo cardíaco da ciência tem sofrido flutuações que vão desde momentos de inquietante serenidade a períodos de arritmia que culminam em avanços singulares. Por analogia, temos a moda e o design: o estilo vintage de que tanto se fala não foi já um grande hit no século passado? Assim, este simpósio tem como objectivo falar sobre as modas da ciência ao longo do tempo e do seu impacto na sociedade.

E hoje, quais são as tendências da ciência? Investigadores de renome internacional propõem-se abordar algumas destas grandes tendências. O Dr. Raghu Kalluri (EUA) aceitou o convite para vir falar-nos sobre as tendências do Cancro e cuja visão é controversa na forma como as células cancerígenas invadem o corpo do doente. A forma inovadora como encara a clínica e a investigação nesta área contribuiu para a inauguração do novo centro português para o tratamento dos cancros que geram metástases. Desvendar o funcionamento do nosso cérebro e o que dita um determinado comportamento será, por sua vez, discutido por Melissa Cochrane que vem falar-nos sobre as tendências das Neurociências e do ambicioso projeto europeu, o Blue Brain Project (Suíça), cujo objectivo principal é reconstruir o cérebro humano, peça por peça, e montar um cérebro virtual num supercomputador.

A participação é livre a todo o público, mas requer inscrição prévia obrigatória no site do evento, até à data limite de 10 de julho. Informações adicionais podem ser obtidas via e-mail.

O GABBA, Programa Graduado em Áreas da Biologia Básica e Aplicada, é pioneiro na formação avançada de um grupo de 12 estudantes selecionados todos os anos, e que já vai na 16ª edição. Reúne as competências científicas da FCUP, FMUP, ICBAS e dos laboratórios associados IBMC-INEB e IPATIMUP da Universidade do Porto. Todos os anos, uma das tarefas proposta aos alunos é a realização do simpósio científico anual que acontece já há 15 anos!


    Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.