text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Atitudes para ser uma pessoa bem sucedida profissionalmente

      
Crie novos objetivos e tenha a capacidade de se reinventar em cada dia
Crie novos objetivos e tenha a capacidade de se reinventar em cada dia  |  Fonte: iStock

Neste artigo, analisaremos primeiramente o conceito de sucesso profissional segundo alguns mitos associados ao mesmo e, posteriormente, apresentaremos as características comuns à maioria dos indivíduos que o alcançaram. Como ideias principais, destacam-se:

  • O significado de sucesso profissional é, por um lado, subjetivo e, por outro lado, socialmente construído;

  • Há determinados mitos sobre o sucesso profissional que precisam de ser desconstruídos, caso contrário podem inibir-nos de o alcançar;

  • Como ser bem sucedido profissionalmente depende de um conjunto de características essenciais que podem ser desenvolvidas por qualquer indivíduo.

O sucesso profissional é algo que todo o indivíduo, de qualquer área ou setor de atividade, almeja ao longo da sua carreira. Mas, afinal, o que é o sucesso profissional? Como ser bem sucedido no trabalho? As respostas a estas perguntas dependem sobretudo de quem as responde. Por um lado, o significado de sucesso profissional é subjetivo; deriva das expetativas, objetivos e ambições de cada um. Por outro lado, é socialmente construído; atende aos valores, padrões e expectativas de toda uma sociedade ou conjunto de indivíduos. 

Etimologicamente, a palavra sucesso deriva do latim successus, “avanço, seguimento, resultado propício”, de succedere, “vir depois, chegar perto de”, formado por sub-, “depois, o seguinte”, +cedere, “ir, mover-se, deslocar-se”. A mesma pode ser entendida como “aquilo que sucede” (um acontecimento, facto ou caso), e/ou como o “bom resultado de ação ou empreendimento”. Como sinónimos, podemos identificar palavras como “êxito”, “glória”, “triunfo”, “vitória”, entre outros. Por sua vez, como antónimos, podemos encontrar “fiasco”, “fracasso” ou ainda “insucesso”.

Revisitando as questões iniciais, o que é um bom resultado ao nível da nossa atividade profissional? O que é ter êxito no nosso trabalho? O que é triunfar na nossa profissão? Continuamos no mesmo impasse. Talvez as suas respostas a estas perguntas sejam diferentes das dos seus colegas de empresa, ou mesmo das dos profissionais da mesma área de outro país ou sociedade. 

Os proprietários de empresas irão talvez falar sobre o sucesso da forma que normalmente o mesmo é entendido pela maioria das pessoas - isto é, financeiramente. Se a empresa é grande, o proprietário é bem sucedido. Se as vendas são muitas, a empresa é bem sucedida; e por aí em diante. No entanto, nem sempre isso é verdade. Um diretor de uma empresa pode ser financeiramente bem sucedido e, profissionalmente, segundo os seus objetivos e expetativas, continuar aquém do que deseja. 

Se há indivíduos e sociedades que assumem o sucesso profissional como a popularidade ou o bem material acumulado, de forma contrária, há também indivíduos e grupos sociais que entendem o sucesso como o legado deixado às gerações vindouras, a independência e a autonomia profissional. Por exemplo, para alguns o sucesso profissional pode ser a capacidade de viver e trabalhar com a quantidade mínima de influência externa possível, tendo a liberdade de escolher a sua rotina e local de trabalho, abrir o seu próprio negócio, etc. Isso significa ser capaz de decidir quando ir ou não para o escritório, ou mesmo decidir o que fazer para viver.

Para complicar ainda mais a questão, o conceito de sucesso profissional está muitas vezes associado a premissas e/ou crenças pré-concebidas de forma errada. Quantas vezes ouvimos afirmações como “ser bem sucedido não é para todos”, ou “quem tem sucesso profissional não tem vida social”, ou ainda “um profissional bem sucedido não erra em nenhuma ocasião”. De facto, há inúmeros mitos em relação ao sucesso profissional que podem inibir-nos de alcançá-lo. Importa, assim, desconstruí-los:

  • Para ser bem sucedido a nível profissional não se pode errar

Basta olhar para a história de profissionais de sucesso como Cristiano Ronaldo, Mark Zuckerberg,  entre outros, para ver que esta é uma premissa errada. Todos eles cometeram erros nos seus percursos e contam com diferentes fracassos. Já dizia Henry Ford: “O fracasso é uma oportunidade de começar de novo, de forma mais inteligente”. Isto é, os erros são inerentes à condição humana e necessários para acertar o caminho. O importante é aprender com os mesmos, aproveitando a experiência para fazer melhores escolhas no futuro. 

  • O dinheiro é a principal motivação para o sucesso profissional

Como vimos anteriormente, o significado de sucesso varia de pessoa para pessoa. Obviamente, todos gostam do conforto que o dinheiro proporciona, mas há quem necessite de algo mais, como projetos desafiantes, por exemplo. Dificilmente se obterá sucesso num projeto pelo qual não se está apaixonado. Gostar do que se faz é primordial para atingir a excelência e ser reconhecido. Cada um tem a sua motivação pessoal, mas se o seu trabalho preencher a sua vida de significado é um grande impulso para o sucesso. Tal como a célebre frase de Arthur Szathmary: “Escolha uma profissão que ame, e não terá que trabalhar 1 dia sequer para o resto da vida”.

  • Ser um profissional bem sucedido implica ter o controlo absoluto das coisas

Nem sempre o nosso trabalho depende apenas de nós; muitas vezes depende de outros colegas e, por isso, dificilmente teremos o controlo de tudo. É importante que tenhamos um plano traçado e que saibamos claramente onde queremos chegar, mas também que tenhamos a consciência de que imprevistos poderão surgir, e de que nem tudo estará ao nosso alcance. Por outro lado, profissionais bem sucedidos procuram constantes desafios, assumindo novos projetos que não fazem ideia no que se tornarão. Contudo, a sua autoconfiança, coragem, desejo de aprender, flexibilidade e tolerância para com os outros, fazem com que consigam lidar de forma eficaz com novas situações e obstáculos. 

  • Só é bem sucedido quem estuda nas melhores universidades

Obviamente que uma boa formação académica é importante, mas nem todas as histórias de sucesso se fazem de boas notas ou de licenciaturas, mestrados e doutoramentos em universidades de topo. Há mesmo quem, com poucos estudos (ou nenhuns), seja uma referência na área. Ou até quem tenha desistido dos estudos. Vejam-se os casos de Steve Jobs ou Bill Gates, que mesmo abandonando a universidade criaram verdadeiros fenómenos globais. Ainda mais fascinante é o caso de Thomas Edison; tendo sido literalmente expulso da escola, foi educado em casa pela mãe e mais tarde criou invenções como a lâmpada elétrica incandescente ou o gramofone. Não é o diploma ou a universidade que faz o sucesso de um profissional. Mais do que o sucesso escolar ou a própria inteligência, importa saber aplicar esse conhecimento na criação de novos produtos e processos, de forma a gerar valor. 

  • Só tem sucesso profissional quem chega a um cargo de liderança e é adorado por todos

Há quem direcione toda a sua carreira para liderar. Se isso não acontece, a conseqüência óbvia é a desmotivação. No entanto, muitas vezes o profissional fracassa ao chegar num cargo de liderança pois não está preparado. Nem toda a gente nasceu para ser líder. A liderança envolve qualidades muito específicas, como uma boa capacidade de comunicação e de resolução de conflitos, por exemplo. Por outro lado, alcançar o sucesso irá implicar decisões difíceis, que não vão agradar a todos. Os profissionais de sucesso tomam decisões de forma consciente e ética. Se os outros colegas gostam ou não delas, não é a maior das suas preocupações. 

  • Só os viciados no trabalho alcançam o sucesso profissional 

O trabalho árduo faz parte do sucesso, mas isso não significa que para ser bem sucedido tenhamos que trabalhar 24 horas por dia. Ser viciado no trabalho pode ser contra produtivo. Por essa razão, os profissionais de sucesso sabem estabelecer um equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal. O cansaço físico e mental pode provocar inúmeros problemas de saúde e más decisões no local de trabalho, por isso é fundamental que o corpo descanse o suficiente para ser produtivo. Neste caso, o ditado popular “Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer” é condição para o sucesso.

  • Profissionais de sucesso escolhem as suas carreiras ainda jovens

O que define a trajetória de sucesso de uma pessoa são as experiências vividas e as decisões tomadas perante as oportunidades ou desafios. Muitos profissionais alcançam o sucesso ao ter a sensibilidade de perceber uma nova ideia de negócio quando já se encontram a exercer um cargo ou trabalho. Não há necessariamente uma relação entre a idade que se escolheu uma carreira e o sucesso da mesma. Nem sempre um grande começo dá origem a uma grande carreira; o fundamental é continuar a aprender nas diferentes etapas.

  • Profissionais de sucesso são sérios, mal humorados e sabem sempre o que falar

O bom humor é o pilar de uma vida saudável. É talvez um dos ingredientes essenciais para manter o cérebro ativo, em bom funcionamento, auxiliando assim a melhor tomada de decisões no dia a dia. Da mesma forma, as brincadeiras, sejam entre amigos, familiares ou colegas de trabalho, estimulam o otimismo, o espírito de equipa, a coesão e o clima organizacional. Por outro lado, mais do que saber o que falar ou responder, é essencial saber ouvir as outras pessoas. O profissional bem sucedido tem noção disso e escuta ativamente as opiniões de outros colegas ou profissionais antes de tomar qualquer decisão importante; por vezes, tomar decisões em equipa é o melhor caminho para alcançar o sucesso e vencer os desafios do mercado de trabalho.

  • Só alcança o sucesso profissional quem tem sorte ou nasce em berço de ouro

Por mais que o impulso inicial tenha sido de alguém, ninguém permanece no topo por muito tempo se não demonstrar competência para garantir o seu lugar. Nós apenas percebemos o sucesso do profissional depois que ele se esforçou muito. Por isso, temos a sensação que são pessoas de sorte e não percebemos o esforço que tiveram para se preparar e aproveitar uma oportunidade. Olhemos para o Cristiano Ronaldo: ele não nasceu com um dom especial para o futebol, ele saiu do conforto do seu lar aos 11 anos para ir jogar na formação do Sporting. Mas, desde então, é o primeiro a chegar aos treinos e o último a sair. Ou seja, nós não vemos o Cristiano Ronaldo a trabalhar depois dos treinos, nem vimos o Thomas Edison a errar vezes sucessivas na tentativa de criar a lâmpada elétrica. Nós só vemos o atleta no pódio, o cientista recebendo prémios, os nossos colegas sendo promovidos, etc.

  • Profissionais de sucesso contentam-se com os objetivos alcançados

Costuma-se dizer que a excelência é o horizonte de qualquer profissional bem sucedido; aquilo que o impede de parar de caminhar na procura de mais e melhor. Ou seja, não há um ponto final quando se quer ser um profissional bem sucedido. É preciso manter-se sempre atualizado, em busca de informações e do aprimoramento das suas competências e conhecimentos. O comodismo e a procrastinação são a ponte para a estagnação, deixando qualquer um para trás. Mesmo que um profissional bem sucedido se possa sentir feliz com os resultados alcançados, rapidamente ele delineia novos objetivos, ocupando o seu tempo na tentativa de os alcançar. Quanto mais bem sucedido é um profissional, maiores objetivos ele traça para a sua carreira. Como dizia Oscar Wilde, “Há apenas duas tragédias na vida: uma é não conseguir o que queremos, a outra é consegui-lo”. 

Depois de desmitificarmos algumas das conceções erróneas que a maioria das pessoas tem sobre o sucesso profissional, importa então saber como ser bem sucedido a este nível; isto é, quais são os elementos-chave necessários para alcançá-lo. Em 2016, por exemplo, o Fórum Económico Mundial, num relatório intitulado de “O Futuro do Trabalho”, identificou as 10 competências essenciais a qualquer profissional de sucesso. De entre elas, destacam-se a capacidade de resolução de problemas complexos, o pensamento crítico, a criatividade, a inteligência emocional, a coordenação com outros, e a flexibilidade cognitiva. 

No entanto, ser bem sucedido profissionalmente não depende só da competência de cada indivíduo, mas também dos seus hábitos e da sua predisposição para tal. Apesar de não haver uma fórmula exata, há características comuns que todos os profissionais bem sucedidos partilham. Assim, destacam-se:

  • Humildade Intelectual

Já dizia Sócrates: “Só sei que nada sei”. Esta talvez seja a máxima da humildade intelectual. Repare-se que o “não saber” aqui não significa falta de conhecimento ou de competência, mas antes que não sabemos nada por inteiro, por completo; que não sabemos nada que outros já não saibam. Independentemente do seu cargo, do seu momento da carreira, ou mesmo da sua idade, todo o profissional bem sucedido é humilde a vários níveis: 1) reconhece os seus erros, limitações e falhas; 2) questiona quando não sabe (sobretudo as suas próprias crenças); e 3) respeita e escuta ativamente as ideias e opiniões dos outros. 

Esta é uma característica fundamental atualmente. Com o rápido acesso à informação e ao conhecimento, muitos de nós sofremos de um viés cognitivo chamado de ‘Dunning-Kruger’; isto é, valorizarmos excessivamente a nossa capacidade intelectual comparativamente ao que, de facto, ela corresponde. Mas este não é o caminho a seguir para o sucesso profissional. Pelo contrário, os profissionais bem sucedidos são aqueles que, por muito conhecimento e competência que tenham, apresentam sempre uma predisposição para reconhecer as suas próprias limitações.

  • Resiliência

Refere-se à capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se às mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas. É algo que requer inteligência emocional. Isto é, a capacidade de se automotivar e seguir em frente, mesmo perante frustrações e/ou desilusões, de controlar impulsos, canalizar emoções para situações oportunas, praticar a gratidão e motivar os colegas. Ter controlo sobre as suas próprias emoções, sendo capaz de refrear impulsos, é uma qualidade essencial para conseguir ser bem sucedido e ter um bom relacionamento interpessoal com os colegas de trabalho. A mesma fará com que o ambiente e/ou clima organizacional se torne propício para o desenvolvimento de projetos e para o crescimento de todos os profissionais, de uma forma geral. 

  • Pensamento Estratégico

Igualmente fundamental é a capacidade de antecipar o efeito das suas ações, de elaborar uma visão a longo prazo, orientada a executar objetivos específicos. Todo o profissional bem sucedido tem uma estratégia definida, sabe com clareza onde quer chegar e foca-se diariamente para o alcançar. Isso requer critério nas decisões, organização, disciplina e método na execução de tarefas. Foque-se em ganhar e não em evitar perdas. E respeite o tempo; gaste-o de forma útil. Na era digital, a procrastinação é um obstáculo que invade o dia a dia de qualquer profissional. É por isso que profissionais extremamente focados no trabalho, que não desperdiçam tempo em coisas fúteis, estão acima da média. Só esta característica irá colocá-lo logo num outro patamar comparativamente aos restantes colegas.

  • Curiosidade Intelectual

Como ser bem sucedido profissionalmente passa por, na maioria das vezes, sair da sua zona de conforto. Isto é, arriscar, procurar novos desafios mesmo não sabendo o que daí poderá advir. Esse é o grande estímulo para a inovação e criatividade. A procura incessante por mais e melhor conhecimento é, sem dúvida, uma das chaves para o sucesso. Seja proativo, ambicioso e, acima de tudo, corajoso. Costuma-se dizer que “A sorte segue a coragem”, e que “O impossível não é um facto, é uma opinião”. Todo o profissional bem sucedido concorda com isso. A aprendizagem ao longo da vida e o desenvolvimento constante são fundamentais. Procure frequentar novos cursos ou formações, ler novos livros, testar novas ferramentas, novas técnicas, e por aí em diante. Exercite a sua mente, mantenha-se atualizado e pratique o conhecimento adquirido.

  • Networking

O tipo e o tamanho da rede de contactos de um profissional é muitas vezes sinónimo do seu sucesso. É importante não só estabelecer novos contactos com profissionais da área (ou de áreas similares), mas também manter a ligação com os anteriores e atuais colegas, chefes, etc. Participe em eventos como conferências, palestras, workshops, e conheça outras pessoas bem sucedidas; isto é, rodeie-se sobretudo de colegas que tenham a mesma determinação e mentalidade que a sua: alcançar o sucesso e a excelência. Uma boa forma de aumentar a sua rede de contactos é ter uma presença digital ativa. Saiba “vender-se”, cuide da sua marca e reputação de forma cuidada, pois elas poderão ser a porta de entrada para conseguir novos trabalhos e projetos. 

  • Autoconhecimento

Conhecer-se a si mesmo, enquanto pessoa e profissional, é talvez o elemento-chave para o sucesso. Saiba realmente do que gosta de fazer e tome uma decisão nesse sentido; mais fácil se irá destacar. Conheça as suas limitações, tenha noção de quanto tempo demora para completar determinada tarefa, e de como poderá aumentar a sua produtividade. Tudo isso requer uma capacidade de autoregulação constante. Isto é, de refletir sobre as suas acções e desempenho, na tentativa de identificar erros e de os evitar no futuro. Conhecendo-se a si mesmo, às suas limitações e capacidades, certamente que terá mais autoconfiança para arriscar e enfrentar novos desafios.

  • Hábitos pessoais

O sucesso profissional começa em casa, na sua vida pessoal. Profissionais bem sucedidos são dedicados à família, têm cuidado com a sua alimentação, saúde e bem-estar. Ter uma dieta equilibrada, praticar desporto, e descansar as horas suficientes, são alguns dos princípios que deve adotar. É importante que tenha uma rotina diária, com tempo para, por exemplo, meditar, ler um livro, ouvir um podcast sobre algo interessante, ou organizar a sua lista de tarefas pessoais. Não menos importante é o tempo que passa com a sua família. A sua família ou os seus amigos serão o seu porto seguro, onde poderá renovar energia, afeto e motivação. O tempo com a sua família será ideal para esquecer os problemas e obstáculos que enfrenta diariamente no seu local de trabalho.

Qualquer um é capaz de ser um profissional bem sucedido. A grande questão é: Quantos estão verdadeiramente dispostos a lutar por isso? O caminho para o sucesso não se prevê fácil. É um longo percurso, cheio de lama e espinhos, com a luz do sol brilhando no horizonte. Atravessar esse caminho fará de você um profissional bem sucedido. Comece por desenvolver as características aqui apresentadas e estará cada vez mais próximo do sucesso.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.