text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

CEO Survey da Stanton Chase revela a opinião sobre o mercado de trabalho dos líderes empresariais a operar em Portugal

      

Neste questionário, a Staton Chase convidou quadros que lideram empresas nacionais e internacionais presentes no nosso País (CEO´s, Directores-Gerais, Country Managers), a manifestar a sua opinião sobre o contexto nacional e europeu, sobre os desafios da gestão e do mercado de trabalho e sobre as suas preocupações enquanto profissionais, numa perspetiva corporativa mas também pessoal. Os resultados obtidos estão alinhados e são muito consistentes com os três inquéritos anteriores.

Perante as respostas recolhidas no último inquérito foi possível chegar às seguintes conclusões:

As perspetivas em relação à evolução da economia nacional evoluíram de 9,78% de respostas positivas (crescimento moderado e forte) em 2012, para 27,96% em 2013, 70,93 em 2014 e 84% em 2015;

11

Também no que se refere à evolução do setor de atividade, a evolução das respostas / perspetivas é muito positiva, passando de 19,78% (crescimento moderado e forte) em 2012, para 39,78% em 2013, 54,65 em 2014 e 63% em 2015;


As perspetivas de evolução do negócio da empresa também têm evoluído de forma muito otimista, passando de 49,45% de perspetivas otimistas e muito otimistas em 2012, para 59,14% em 2013, para 61,62% em 2014 e 79,07 em 2015.


As principais linhas de estratégia do negócio mantêm-se com pequenos decréscimos, sendo a expansão – 34% (36% em 2014), diversificação – 30% (33% em 2014) e internacionalização – 31% (33% em 2014).

59% continuam a defender que a aposta na investigação e inovação aplicada às empresas seria a melhor contribuição europeia para superar a crise em Portugal. Nos inquéritos anteriores, os fatores mais valorizados foram a aposta na inovação (57%) em 2014, a existência de condições mais favoráveis (tempo e juros) nos programas de assistência financeira (2013) e uma maior integração política, económica e fiscal (2012);

A competência que mais valorizam nos seus colaboradores continua a ser a orientação para resultados – 51,61% (68% em 2014) e a experiência internacional – 48% é o fator que mais pode contribuir para a evolução profissional (44% em 2014);


As características que consideram mais típicas do trabalhador português são a dedicação – 65% (66% em 2014), a flexibilidade – 53% (52% em 2014), e a resiliência – 47% (38% em 2014).

Para concluir, comparativamente com os inquéritos anteriores (2012 a 2014), os participantes demonstram, em termos globais e de forma consistente, uma expetativa crescentemente mais positiva em relação ao futuro da economia Portuguesa, dos seus setores e dos negócios das suas empresas.

 

Sobre a Stanton Chase

A Stanton Chase é uma das 10 maiores empresas internacionais de Executive Search a nível mundial, com processos e metodologias reconhecidos pelos seus elevados níveis de eficácia. Neste momento, conta com 73 escritórios em 46 países.
Em Portugal desde 2010, para além do Executive Search, trabalha numa visão integrada dos processos estratégicos de Gestão de Talento (Talent Assessment,  Human Performance e Coaching & Training), a equipa Stanton Chase apresenta um posicionamento de especialista em projectos que incrementam a capacidade de cada organização atrair e gerir os seus activos humanos.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.