text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Os DApps, o declínio do Twitter e do Facebook?

      
A Internet supôs, no final do século XX, a síntese de Tecnologias de Informática e Telecomunicações com o estabelecimento de TI
A Internet supôs, no final do século XX, a síntese de Tecnologias de Informática e Telecomunicações com o estabelecimento de TI
  • O futuro é alcançar por meio da tecnologia uma conexão global.
  • Rumo à descentralização das redes sociais e outros serviços digitais.
  • Já existem muitas alternativas para o Facebook, para o Google ou para o Twitter, é preciso começar a usá-las.

O Dapps é uma aplicação onde o “D” significa descentralização, ou seja, é uma aplicação executada por muitos utilizadores numa rede descentralizada com protocolos confiáveis.

TI, TIC, TICI. Esta é a sequência de siglas que está a marcar nas últimas décadas a história da expansão da capacidade comunicativa. Nesta evolução, o impacto direto da tecnologia desempenha um papel decisivo devido ao seu poder de lidar com grandes quantidades de informações e transferi-las instantaneamente.

Assim, a Internet supôs, no final do século XX, a síntese de Tecnologias de Informática e Telecomunicações com o estabelecimento de TI (Tecnologia da Informação), cuja capacidade foi ampliada logo em seguida graças à Web, o que resultou em TIC (tecnologias de informação e comunicação).

Mas na primeira década do século XXI, a omnipresença do smartphone surge como um novo mediador que, apoiando-e na Internet e na Web 2.0, leva às TICI (Tecnologia da Informação, Comunicação e Interação). Agora não queremos apenas informar ou comunicar, mas queremos entrar diretamente na ação. Qualquer um pode sempre ter consigo o seu jornal, estação, canal de TV... As redes sociais são, por enquanto, o elemento final desse processo.

Saímos de uma sociedade tradicional, onde a transferência de informação e conhecimento era quase exclusivamente feita frente a frente, para outra industrial onde as máquinas nos permitem abordar muitas pessoas coletivamente e, finalmente, para uma sociedade da informação onde esse processo adquire uma importância crescente.

Gostava de tirar um curso de marketing digital?

Procure na Universia

Alternativas aos serviços centralizados

  • Alternativas ao Google:DuckDuckGo e Ecosia são dois motores de busca que garantem que todas as perguntas feitas pelos seus utilizadores são anónimas e que não vão ser vendidas informações a terceiros.
  • Alternativa ao WhatsApp: Baseado na tecnologia blockchain, o e-chat é uma aplicação de mensagens instantâneas que também integra serviços como pagamento sem contato e transferências de dinheiro.
  • Alternativa ao Facebook: Descentralização, liberdade e privacidade são os pilares em que se baseia a Diáspora, uma rede social muito semelhante à criada por Mark Zuckerberg.
  • Alternativas ao Twitter:  Mastodon, uma rede social descentralizada que foi lançada em outubro de 2016 e cujo uso é muito semelhante ao Twitter. Outra alternativa é o Leeroy, mas o seu uso requer ter criptomoedas.
  • Alternativa à Netflix:  SingularDTV, um portal onde os criadores oferecem o seu próprio conteúdo audiovisual e gerem os seus direitos de autor.
  • Alternativa ao eBay:  Zastrin, um site onde se pode vender mercadorias em segunda mão entre indivíduos e onde as comissões não são pagas.
  • Alternativa ao Pokémon:  Cryptokitties, um videojogo online baseado em blockchain cuja a mecânica é comprar, vender, recolher e criar gatos virtuais.
  • Alternativa ao Airbnb:  CryptoCribs, uma plataforma para o aluguer de férias onde proprietários e clientes fecham acordos com criptomoedas.

20 aplicações para a preparação para os exames


 20 aplicações para a preparação para os exames

Fique a conhecer apps que vão ajudar a estudar para os exames. Torne a sua vida de estudante muito mais fácil



Inscreva-se e receba este eBook gratuitamente




Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.