text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Cuidados básicos para causar boa impressão na entrevista de emprego

      
boa impressao entrevista
Perguntar ao entrevistador sobre quando espera divulgar a sua decisão sobre a entrevista de emprego  |  Fonte: iStock

Afinal, trata-se do contacto presencial onde enfrentamos o desafio de convencer o recrutador em como realmente somos o candidato ideal para o cargo em questão. Mesmo para os mais experientes, o nervosismo e a ansiedade voltam a colocar-se no caminho. Sem alguma precaução, facilmente cometemos erros que resultarão numa imagem errada passada ao recrutador. 

Quanto mais preparação, mais confiança sentiremos no momento da entrevista de emprego, e maior será a probabilidade de sucesso. Causar uma boa impressão exige não só trabalho de casa, mas também cuidados básicos a diferentes níveis: da linguagem verbal, da linguagem corporal, e da aparência. Quer saber quais? Confira-nos neste artigo que preparámos para si, e evite cometer erros numa próxima oportunidade.

  • Pesquise exaustivamente a empresa

É fundamental conhecer bem a empresa e o cargo para o qual se está a candidatar. Consulte o seu website, analise a sua missão e veja de que forma a vaga de emprego se enquadra nessa mesma missão. Tente encontrar notícias sobre a empresa, identifique os serviços e/ou produtos que esta oferece, os seus principais projetos, clientes, concorrentes, entre outros. Isso irá ajudá-lo a entender melhor as expectativas do empregador, e também a elaborar algumas perguntas de clarificação que deverá colocar durante a entrevista.

Adicionalmente, conecte-se com atuais e/ou anteriores funcionários da empresa, através das redes sociais ou mesmo em websites de avaliações e testemunhos. Tente conhecer o clima e cultura organizacional, o perfil e a personalidade dos membros da equipa de recursos humanos, e se possível do recrutador que o irá entrevistar. Ao fazê-lo estará mais à vontade para se adaptar à realidade da empresa e, provavelmente, encontrar pontos de interesse em comum que poderão criar mais empatia com o entrevistador.


  • Antecipe perguntas, pratique respostas e identifique histórias relevantes 

Perguntas frequentes como “Fale-nos sobre si”, “Quais os seus pontos fracos?”, “Quais são os seus pontos fortes?” são facilmente expectáveis. Reserve tempo para praticar as suas respostas; por exemplo, peça a um amigo para lhe dar feedback ou faça um gravação vídeo de uma simulação sua.Mas, mais do que responder a potenciais perguntas num sentido formal, enumerando competências ou conhecimentos, por exemplo, é mais importante que apresente histórias relevantes sobre experiências passadas. Ao fazê-lo estará a demonstrar efetivamente o seu potencial. 

Neste sentido, concentre-se em como essas histórias trouxeram sucesso à empresa. Por exemplo, ao referir projetos que geriu no passado, explique como os mesmos foram concluídos no prazo e ajudaram a empresa economizar recursos. Se for entrevistado para um trabalho que exige habilidades mais criativas, forneça amostras do seu trabalho ou portfólio - e sim, poderá ser importante levar materiais seus para a entrevista, como por exemplo cópias extras do currículo, referências, perguntas que fará ao entrevistador, ou mesmo folhas para tirar apontamentos. Outra forma de o demonstrar é explicar ao entrevistador o que espera realizar durante os seus primeiros 30 dias de trabalho, oferecendo uma visão da sua capacidade.

  • Cuide da aparência e da atitude

Não é favorável entrar numa entrevista a mastigar uma pastilha ou a roer as unhas, ou mesmo com o telemóvel ligado, a mexer no cabelo, e a beber um sumo. Excesso de perfume ou vestir-se desadequadamente também não ajudam; a entrevista não é um encontro de amigos de escola, e muito menos um jantar romântico. Fazer chamadas pelo telemóvel ou ouvir música enquanto espera poderá fazer com que perca a sua oportunidade mesmo antes de cumprimentar o recrutador. Isso apenas mostrará falta de seriedade e interesse.

Seja razoável e adeque o seu vestuário a cada situação. Ao vestir-se para uma entrevista mais formal, como um gestor de banco ou consultor de negócios, use fato, camisa e gravata. Caso se trate de um ambiente mais casual, como uma loja ou restaurante, poderá usar uma blusa ou camisola, no entanto, e ainda assim, é importante estar limpo e asseado, apresentando uma imagem positiva ao empregador. Também é aconselhável pensar na sua maquiagem e acessórios, pois não convém usar algo muito excêntrico que distraia o empregador.

  • Seja pontual e use a linguagem corporal a seu favor

Certifique-se do local da entrevista e chegue 20 a 30 minutos antes. Terá tempo para conhecer melhor o local e mostrará responsabilidade. Ao chegar, apresente-se na receção e cumprimente as pessoas com quem se cruzar. Sorria e pergunte como lhes está a correr o dia. Mostrará empatia, libertará o nervosismo e ganhará confiança. Desde o rececionista, passando pelo entrevistador, e acabando na senhora das limpezas - faça-o de forma educada, agradável e entusiasta. 

No momento de cumprimentar o seu entrevistador, ofereça-lhe um aperto de mão firme, um sorriso, um contacto visual constante, e um tom de voz amigável. Isto é, o mais importante neste primeiro contacto, aquando o início da entrevista, passa sobretudo por mostrar interesse, confiança, e entusiasmo. Seguidamente, aguarde de pé até o entrevistador se sentar e na sua vez faça-o mantendo a coluna ereta (sem radicalismos), com o peito para a frente e os ombros arqueados para trás. Uma postura mais relaxada parecerá cansada e indiferente.

Adicionalmente, mantenha o contacto visual com o entrevistador. Certifique-se de que seus olhos se encontrem com alguma frequência (sem ter que o fazer a todo o tempo). Evite olhar constantemente ao redor da sala enquanto estiver conversando, porque isso poderá transmitir nervosismo ou falta de confiança. Acenar com a cabeça, gesticular ou falar com as mãos é muito natural, mas mantenha-o com moderação, caso contrário tornar-se-á numa distração. Sorria de forma natural, ao fazê-lo constantemente irá parecer que está a ser falso para com o discurso do entrevistador.

  • Mantenha a conversa de forma natural e adequada

Certifique-se de que os seus comentários permanecem positivos ou neutros ao falar sobre outras pessoas (colegas, chefes, empresas anteriores). Fazer comentários negativos não é muito ético e indica que pode fazer o mesmo futuramente. Os recrutadores estarão à procura de pessoas que sejam capazes de trabalhar em equipa, mantendo um clima favorável. 

Não tenha medo de falar, mas foque-se apenas no essencial de cada pergunta. Escute ativamente o recrutador e não se sobreponha. Coloque questões pertinentes, segundo a pesquisa prévia sobre a empresa que realizou. Deixe o discurso fluir naturalmente e, em caso necessário, use algum tempo para pensar antes de responder. Seja flexível caso lhe proponham desafios inesperados. Não seja arrogante, nem queira dar a entender que pode fazer tudo; ao invés de mentir ou criar falsas expetativas, seja gentil e honesto consigo mesmo, mostrando sinceridade e humildade perante as suas capacidades e limitações.

  • Agradeça a oportunidade e reforce a sua posição

Não se esqueça de agradecer pela oportunidade em participar da entrevista, e termine com um reforço do seu interesse pelo emprego. Pergunte sobre os próximos passos a realizar, sobre a decisão futura do recrutador, e despeça-se com um sorriso e um aperto de mão firme. Agradeça novamente após a entrevista (nunca é demais),idealmente nas 24 a 48 horas posteriores, e mantenha-se disponível para futuros esclarecimentos. Tal atitude demonstrará gratidão e interesse. Verifique o seu e-mail, telemóvel ou correio de forma regular para saber o resultado final da candidatura. Aguarde-o de forma serena. Caso não obtenha qualquer informação após o prazo combinado, volte a contactar o recrutador.

Síntese

Seja numa entrevista de emprego presencial ou online, e mesmo com alguma prática, há sempre descuidos que a maioria dos candidatos apresentam. Os mesmos quase sempre resultam numa má impressão aos olhos do recrutador, nomeadamente:

  • Não ter informações sobre a empresa e o emprego em questão;

  • Não estar preparado para responder às perguntas frequentes ou para falar sobre a sua experiência passada;

  • Ter uma aparência demasiado extravagante, vestindo-se de forma desadequada ou adotando atitudes que mostram desinteresse ou falta de seriedade;

  • Chegar atrasado e não cumprimentar ninguém;

  • Não manter o contacto visual, sentar-se de forma demasiado relaxada, e sorrir ou gesticular constantemente para o entrevistador; 

  • Falar muito e sem foco, ou falar negativamente sobre o último emprego;

  • Não colocar perguntas sobre o emprego em questão;

  • Demonstrar falta de humildade e honestidade perante as suas capacidades e limitações;

  • Não agradecer a oportunidade nem perguntar sobre a decisão futura do recrutador.

Não existindo uma estratégia única para criar boa impressão numa entrevista de emprego, há cuidados básicos que aumentam a sua probabilidade. O segredo passa sobretudo por uma boa preparação e antecipação dos erros que se possam cometer a diferentes níveis (linguagem verbal, corporal, aparência, etc.), concorda? Tem experiência enquanto recrutador e/ou candidato? Já participou em alguma entrevista de emprego? Deixe as suas dicas nos comentários!


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.