text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estudantes: 3 dicas para agir em tempos de crise

      
Crédito: Ojo Fotos
Crédito: Ojo Fotos

 

Os recém-licenciados normalmente encontram-se em situações complicadas depois da universidade. As dívidas atrapalham e o estudante tem que arranjar um emprego a meio do curso. Normalmente esta ocupação não tem a ver com a sua área e o jovem não pode parar para procurar outro emprego porque adquiriu dívidas no decorrer da sua formação. Parece uma situação sem saída, no entanto, isto é comum em tempos de crise. O que fazer?

 

» 5 dicas para recrutar universitários via redes sociais
» O que acontece se detestas o teu emprego?
» Todas as notícias e dicas sobre carreira

 

Fica a conhecer 3 dicas para agires em tempos de crise:

 

1- Lidando com as dívidas
Se o teu maior problema forem as dívidas, talvez tenha chegado a hora de olhar bem para elas e de reservares um tempo para lidar com elas de vez. Já paraste para pensar em como vais pagá-las? Em como podes parcelá-las? Já foste a um banco explicar a tua situação? Já te informaste com órgãos que cuidam desse assunto para saberes como deves proceder? Há sempre espaço para uma renegociação, e o mais recomendado é que o faças. Também é do interesse deles que lhes pagues o que deves. Tenta negociar e vê-te livre dessas dívidas o mais rápido possível.

 

2- Trabalhos temporários
Considera procurar trabalhos temporários e talvez até continuar neles, mesmo que tenhas encontrado algo relacionado com a tua profissão. Lembra-te de que agora que saíste da universidade, tens mais tempo para corrigir os erros (dívidas) que fizeste durante o período da tua formação, e mais força de vontade porque és mais jovem do que os outros. Se estiveres empregado numa área que nada tenha a ver com o que estudaste, continua a procurar. Podes ser freelancer ou temporário, o que importa é que estarás a ter contacto com a tua área e ganharás um dinheiro extra.

 

3 - Aproveita os teus elementos diferencidores
Não te esqueças de que és jovem e tens muitos elementos diferenciadores em relação aos outros. Não tens filhos, não tens família para sustentar, nem outras obrigações do género. Usa isso ao teu favor. Isso dá-te a oportunidade de aceitar empregos mais arriscados, mudar de cidade ou de país e até mesmo de assumir mais dívidas, uma vez que só tens que te preocupar contigo.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.