text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

7 carreiras para quem não quer trabalhar com pessoas

      
Pessoas que gostam de trabalhar sozinhas podem ser mais eficientes em determinadas profissões
Pessoas que gostam de trabalhar sozinhas podem ser mais eficientes em determinadas profissões
  • O ser introvertido pode ser uma vantagem para algumas profissões em que a concentração frente às máquinas é indispensável.
  • Os programadores são um desses casos, mas existem também outras carreiras indicadas para este perfil.
  • Se preferes trabalhar sozinho aposta numa profissão que se encaixe nesta preferência.

Preferes trabalhar sozinho? Não gostas de atividades em grupo? Não gosta de conversas paralelas enquanto trabalhas? És... introvertido? Se sim, não há qualquer problema. Pessoas com estas características não devem sentir-se mal por isso, só porque são diferentes. Podem até ser mais eficientes em determinadas profissões do que aqueles que são mais extrovertidos.

Fica a conhecer 7 carreiras para pessoas que não gostam de trabalhar com outras pessoas e investiga mais sobre elas. Considera estudar cursos que te permitam ter essa ocupação e procura emprego nessas áreas:

1- Auditor

Os auditores têm tanta informação e dados para calcular e colocar em gráficos que conversas paralelas é um luxo e são extremamente desnecessárias.

2- Programador

Os programadores vivem praticamente noutro mundo: o digital. Portanto, muito contacto no trabalho é algo que está longe de ser essencial para estes profissionais.

Procura emprego?

Encontre na Universia

3- Escritor

O escritor é um ótimo comunicador, que usa as palavras. Além disso, quem exerce essa ocupação, normalmente, isola-se para escrever as suas histórias. Barulho e pessoas a trocar ideias a seu lado é algo extremamente desconcertante.

4- Polícia científica

A polícia científica é aquela que analisa a cena do crime e que depois leva para o laboratório amostras de couro cabeludo, de tecido e de ADN. Por isso, podes imaginar quão solitário é a ocupação destes profissionais.

5- Analista de orçamentos

Similares aos auditores, os analistas de orçamentos ajudam organizações a aumentarem os seus lucros e a aumentarem a sua eficiência. Ou seja, vivem mergulhados no mundo das papeladas e orçamentos e não têm um perfil muito falador.

6- Escrivão

O escrivão está sempre a ouvir os outros, mas o seu trabalho não tem relação nenhuma com as pessoas, mas, sim, com o conteúdo das coisas que ele está a escrever. Ao invés de falar, ele está sempre a ouvir e a anotar.

7- Analistas de risco

O trabalho dos analistas de risco consiste em analisar comportamentos de pessoas e de empresas para realizar avaliações de riscos para companhias. Ao invés de falar e se comunicar, o trabalho deles está baseado em estatísticas.

Gostarias de trabalhar na área da análise de risco? Os cursos ligados às Finanças podem ser uma boa opção.

As melhores universidades para estudar finanças

EBook: As melhores universidades para estudar finanças

Encontra as escolas mais conceituadas para estudar finanças segundo o QS World University Rankings, que vincula estudantes, pós-graduados e executivos com as melhores instituições educativas a nível mundial.

Inscreva-se e baixe este eBook gratuitamente


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.