text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Mércia Carréra de Medeiros e Carlos Mendes recebem Prémio Científico Casa da América Latina / Santander Totta

      
Prémio Científico Casa da América Latina / Santander Totta - Foto:Univerisa
Prémio Científico Casa da América Latina / Santander Totta - Foto:Univerisa
Os estudantes Mércia Carréra de Medeiros e Carlos Rafael Borges Mendes receberam hoje o Prémio Científico Casa da América Latina/Santander Totta, nas respectivas categorias de Ciências Sociais e Humanas, e de Tecnologias e Ciências Naturais.

A cerimónia realizou-se no edifício-sede do Banco Santander Totta, e contou com a presença de António Vieira Monteiro, Presidente Executivo do Banco Santander Totta, e de António Costa, Presidente da Casa da América Latina e Presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Os dois representantes assinaram também um novo protocolo, que permitirá a criação, já no próximo ano, de uma nova categoria do Prémio, a de Ciências Económicas e Empresariais.

O Prémio Científico Casa da América Latina/Santander Totta visa distinguir dissertações de doutoramento realizadas por candidatos latino-americanos ou portugueses, que desenvolveram trabalhos científicos de interesse mútuo para Portugal e a América Latina. O Prémio é entregue em duas categorias, recebendo cada vencedor um valor pecuniário de 5.000 euros.

Mércia Carréra de Medeiros, de nacionalidade brasileira, foi a escolhida deste ano na categoria de Ciências Sociais e Humanas, pela tese de doutoramento “A lógica de planejamento português na Capitania de Pernambuco – 1535 a 1554”, apresentada ao Departamento de Ciências e Técnicas do Património da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Por sua vez, Carlos Rafael Borges Mendes, destacou-se na categoria de Tecnologias e Ciências Naturais, com a tese de doutoramento “Dynamics of phytoplankton communities around the Antarctic Peninsula and off the Portuguese coast”, apresentada ao Departamento de Biologia Vegetal da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Na edição deste ano foram recebidas 40 candidaturas de estudantes de diferentes nacionalidades e de várias universidades latino-americanas. Os vencedores foram escolhidos por um Júri constituído por Luís Bento dos Santos, Administrador do Banco Santander Totta; Manuela Júdice, Secretária-Geral da Casa da América Latina; João Guerreiro, Reitor da Universidade do Algarve; e Diogo Pires Aurélio, Professor da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Este Prémio pretende estimular a formação de estudantes portugueses e latino-americanos e contribuir para o desenvolvimento de uma cultura de rigor e de excelência. A aposta do Banco nesta iniciativa insere-se sua política de Responsabilidade Social e, em particular, no apoio ao Ensino e ao Conhecimento.

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.