text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Santander Totta lança 1500 bolsas de estágios remunerados em PME

      
Foto: Universia Portugal
Foto: Universia Portugal

O Banco Santander Totta apresentou ontem o Programa de Bolsas de Estágio Santander Universidades, através do qual serão atribuídas 1500 bolsas de estágio para alunos finalistas, ao longo dos próximos três anos.



As bolsas de estágio têm a duração de três meses, num valor de 1650 euros cada (550 euros por mês) e serão realizadas em PME portuguesas. O programa arranca já em Novembro, com as primeiras 500 bolsas, e irá implicar um investimento global do Banco, ao longo de três anos, de 2,5 milhão de euros. O acesso pode ser feito a partir do próximo mês, através de bolsasdeestagiosantander.pt



O acordo foi assinado hoje no edifício sede do Banco Santander Totta, na Rua da Mesquita, tendo contado com a presença do Presidente Executivo do Banco Santander Totta, António Vieira Monteiro, e dos presidentes dos órgãos representantes das Instituições de Ensino Superior em Portugal: António Rendas, do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), Joaquim Mourato, do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) e João Duarte Redondo, da Associação Portuguesa do Ensino Superior Privado (APESP).


O Programa de Bolsas de Estágio Santander Universidades tem um carácter abrangente, uma vez que se dirige a todos os alunos finalistas ou licenciados há menos de dois anos, a todas as Instituições de Ensino Superior em Portugal e a todas as empresas que queiram participar no projecto.



Com este Programa, o Santander Totta pretende assim facilitar aos estudantes o complemento da sua formação académica superior através de estágios em empresas e permitir às empresas o acesso a um estagiário com formação superior sem qualquer custo para elas. Visa igualmente promover a ligação Universidade – Empresa e reforçar o compromisso do Banco com as Instituições de Ensino Superior e com o desenvolvimento da sociedade portuguesa.



O Santander Totta assume os custos das Bolsas a atribuir aos alunos finalistas e, por intermédio dos contactos que tem com as empresas decorrente da sua actividade, propõe às empresas receberem estes estagiários, que beneficiam assim dos seus conhecimentos e do seu contributo durante três meses, sem qualquer custo.



Os estágios serão desenvolvidos especialmente em PME portuguesas, onde há uma maior escassez de recursos mais qualificados. O que se torna particularmente relevante, tendo em conta que as PME representam grande parte do tecido empresarial português. Além disso, as empresas poderão participar no processo de recrutamento dos seus estagiários, definindo um plano de estágio para cada caso, de modo a que a experiência seja uma mais-valia, tanto para a empresa como para o estudante.



Esta política de apoio ao Ensino superior, enquanto forma de contribuir para o progresso social e económico do País, é o principal eixo da política de responsabilidade social do Banco Santander Totta. Para materializar o seu compromisso com o Ensino Superior, o Grupo Santander criou o programa Santander Universidades para apoiar esta área nos países onde está presente. Em Portugal, o Programa foi instituído há 11 anos e, desde então, o Banco investiu mais de 30 milhões de euros no Ensino Superior.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.