text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

O stresse é sempre mau?

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

Segundo uma investigação realizada por Alia J. Crum, professora assistente do curso de Psicologia da Universidade de Stanford, as consequências do stresse podem ser boas ou más, tudo depende da forma como cada um encara a pressão no ambiente de trabalho.

Leia também:
» 3 passos para superar o stresse
» Descubra 3 hábitos que o vão ajudar a ser menos stressado


Para comprovar esta tese, Alia e seus colegas realizaram uma experiência com profissionais de uma empresa que estava a demitir 10% dos funcionários, ou seja, aqueles profissionais estavam num ambiente verdadeiramente stressante. Para analisar as diferentes reações, a professora assistente dividiu os 350 empregados em três grupos, expondo cada um deles a um vídeo que apresentava diferentes diretrizes de como lidar com esta perturbação.


Enquanto um terço dos funcionários assistiu a uma curta que se focava nos benefícios do stresse, como por exemplo, o facto do cérebro funcionar de modo mais rápido e a capacidade de analisar novas perspetivas quando exposto ao stresse, outro grupo observou os seus danos mais conhecidos como, por exemplo, a depressão. O último terço dos funcionários não assistiu a nada.


Depois desta exposição, chegou-se à conclusão que todos os sintomas, sejam eles benéficos ou não, são possíveis. Contudo, aqueles que ouviram as vantagens do trabalho sob pressão acabaram por ter desempenhos superiores aos elementos dos restantes grupos.


Por outras palavras, não desespere: aprenda a usar o stresse a seu favor! Por exemplo, encare as críticas do seu chefe de forma positiva, ou seja, como uma forma de aprender e de desenvolver as suas capacidades profissionais.

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.