text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Língua Espanhola em debate internacional com o apoio da Universidade de Salamanca

      
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Universidade de Salamanca, a mais antiga das Universidades latinas existentes, presente em Portugal através da Escola de Língua Espanhola (ELE), vai participar no encontro “Foro Internacional del Español 2.0” (FIE 2.0), com o objetivo de impulsionar e promover o espanhol como um ativo económico. A realizar nos próximos dias 23 a 26 de Abril, em Madrid, o encontro irá debater o valor e as possibilidades da língua atualmente falada por cerca de 470 milhões de pessoas em todo o mundo.


Além do âmbito cultural, a língua espanhola será analisada nesta primeira edição do FIE 2.0 como uma ferramenta geradora de negócio, representando o tema central do encontro. Neste fórum internacional irão decorrer atividades comerciais e de divulgação e irão estar em debate a internacionalização de atividades que utilizam o idioma, o impulso do turismo idiomático e cultural e a identificação de oportunidades de negócio. O encontro visa representar um espaço de reflexão da língua espanhola como instrumento de criação de riqueza, de influência internacional e valor cultural.
O FIE 2.0 organizado pela IFEMA e promovido pela Comunidade de Madrid, conta com diversos apoios, nomeadamente as Universidades de Salamanca e de Alcalá, a Real Academia Espanhola e a UNESCO (CERLALC).

 

O Espanhol, segunda língua mundial


Com mais de 500 milhões de pessoas a falar Espanhol e uma capacidade de compra que representa 9% do PIB mundial, é a segunda língua nativa do mundo, depois do Chinês, e estabeleceu-se como uma língua de comunicação internacional; é a terceira língua mais usada na internet, logo depois do Inglês e do Chinês, e também a terceira língua adquirida através de aprendizagem, com 20 milhões de estudantes. O Espanhol é a língua oficial em 22 países e língua reconhecida na América do Norte, Europa, Ásia Central, Norte de África, Filipinas e Austrália. Prevê-se que em 2030 a percentagem de falantes de espanhol em todo o mundo será de 7,5%.


Foi neste contexto, que a Universidade de Salamanca apostou recentemente na abertura de uma Escola de Língua Espanhola (ELE) em Lisboa, a funcionar desde Março de 2015, com uma oferta de cursos dirigida sobretudo aos ambientes empresariais e a alunos que procuram uma adaptação do idioma à sua vertente profissional de forma a desenvolverem as suas capacidades pessoais de comunicação e a otimizar os seus negócios.


Sobre a Escola de Espanhol da Universidade de Salamanca de Lisboa:


Fundada em 1218 pelo rei Afonso IX de Leão e a primeira instituição educacional europeia a obter o título de Universidade por bula papal de Alexandre IV em 1255, a Universidade de Salamanca é a mais antiga das universidades hispânicas existentes e alma máter das universidades latino-americanas. Foco da aprendizagem e da cultura desde a sua criação em 1492 testemunhou o nascimento da primeira Gramática espanhola de Antonio Nebrija.

A Instituição, considerada “A Universidade de Espanhol”, recebe cada ano milhares de alunos da língua e cultura provenientes de 70 países. Controla também o fornecimento e desenvolvimento de certificados académicos DELE - Diploma de Espanhol para a Língua Estrangeira - e tem um dos mundialmente maiores e mais prestigiados centros de formação para estrangeiros, os Cursos Internacionais.

Pode obter mais informações através do Link e seguir a página de Facebook para ficar a par de todas as novidades, clique aqui. 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.