text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

5 erros ao escrever o currículo

      
Fonte: Shutterstock

Os candidatos a processos seletivos precisam de saber como é que se devem comportar e o que devem dizer para conseguirem a vaga dos seus sonhos. No entanto, alguns detalhes, por mais pequenos que sejam podem fazer com que seja desclassificado e afastado de determinado processo de recrutamento. Para que não passe por isso, fique a saber que erros deve evitar para conseguir o emprego que deseja:

 

Leia também:
» Saiba o que destacar no seu currículo
» Como falar das suas qualificações durante uma entrevista de emprego
» 5 situações em que deve recusar um emprego

 

1 – Informações antigas
O currículo é o documento que transmite a quem o vai recrutar a primeira impressão sobre si, por isso, é muito importante que o mantenha atualizado. Ao perceber que o seu currículo contém informações muito antigas, como por exemplo, qual a escola onde estudou ao longo da adolescência, pode ser prejudicial. Ao encher o currículo com este tipo de dados, pode passar a ideia de que não tem nenhuma conquista mais atual de relevância.

 

2 – Informar as experiências que teve em todas as áreas
Alguns setores não têm qualquer ligação com o cargo a que está agora a candidatar-se e, por isso, não devem aparecer no seu currículo. Todas as informações que acrescenta no currículo servem para fornecer dados ao técnico de recrutamento que lhe permitam analisar mais sobre si. Se acrescentar informações pouco ou nada relevantes para o cargo pode passar a ideia de que quer impressionar, quando na verdade não tem nada de relevante para contar.

 

3 – Indicar o endereço
Se a sua residência é longe do local de trabalho, esse dado pode servir como critério de desempate durante um processo seletivo. Por isso apenas deve mencionar onde mora caso lhe seja perguntado durante a entrevista de emprego, devendo por isso suprimir essa informação do seu currículo.

 

4 – Acrescentar dados muito pessoais
É importante que se limite a escrever aquelas informações que vão fazer diferença durante o processo seletivo, bem como as referentes à sua vida profissional. Não coloque no seu currículo qualquer dado que possa gerar algum tipo de controvérsia.

 

5 – Não ter rigor na linguagem utilizada
O currículo é o documento que vai falar por si na fase de triagem do processo seletivo, por isso, preste muita atenção para não deixar passar qualquer erro, e certifique-se que recorre ao uso formal da língua.

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.