text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

O que faz um engenheiro físico?

      
O que faz um engenheiro físico?
O que faz um engenheiro físico?  |  Fonte: istock

Cursos de engenharia física estão disponíveis em universidades públicas e privadas. Os estudantes ainda podem seguir estudando em cursos de especialização, de mestrado e/ou doutorado. A engenharia física está ligada a muitas outras áreas do conhecimento humano. Entre algumas das áreas em que pode-se especializar-se ou aplicar os saberes da engenharia física estão:

  • Aceleradores de Partícula

  • Aerodinâmica

  • Balística

  • Biofísica

  • Computação Quântica

  • Controle e Automação

  • Eletrônica Digital

  • Engenharia Nuclear

  • Física das Comunicações

  • Física Computacional

  • Física Espacial

  • Física dos Lasers

  • Hidrodinâmica

  • Nanotecnologia

  • Óptica

  • Óptica Quântica

  • Tecnologia de Supercondutores

Estão são só algumas das áreas de emprego da engenharia física. O campo de especialização é bastante amplo. Por isso, formado, o profissional da engenharia física deverá ser capaz de utilizar princípios científicos e de engenharia na resolução de problemas multidisciplinares nas mais diversas áreas da tecnologia que fazem parte da física moderna.

Os cursos de mestrado e doutorado devem especializar o candidato em áreas específicas e para solução de problemas em suas devidas áreas de estudo. Os cursos de segundo e terceiro ciclo são uma boa opção para se crescer profissionalmente e fazer a diferença, mas os custos desses cursos podem ser um pouco altos.

É importante que o curso selecionado seja de qualidade e tenha bons laboratórios onde se possa praticar a engenharia física. Caso contrário, o aluno sai prejudicado pela falta de apoio logístico a sua formação que deve ser competente e multidisciplinar. O curso de engenharia física deve proporcionar ao aluno uma formação com conhecimentos sólidos e preparados para a inovação tecnológica.

Entre os estudos para os quais o estudante de engenharia física deve estar preparado estão a termodinâmica, mecânica clássica, eletromagnetismo, acústica, microprocessadores, eletroquìmica, circuitos elétricos e desenho técnico.

O profissional da engenharia física pode trabalhar em diversos campos. As saídas profissionais são muitas: empresas de tecnologia, empresas de consultoria técnico-científica, empresas de serviços e indústria, entidades de regulação, organizações internacionais de investigação científica e tecnológica, instituições de ensino superior e de investigação e áreas de instrumentação médica. São muitas as possibilidades de emprego desde multinacionais até pequenas e médias empresas.

Em um mundo onde o progresso tecnológico está atrelado à ideia de crescimento de mercado e evolução tecnológica, sempre haverá espaços para a engenharia física. É um curso e uma profissão que tem futuro em países que investem em tecnologia e em empresas que investem no desenvolvimento tecnológico-industrial.

A engenharia física é uma das mais novas áreas da engenharia e que mais prometem ser úteis no futuro da humanidade e dos mercados em expansão.  


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.