text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Lições que a faculdade nos ensina fora da sala de aula

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

Teorias, métodos, conceitos. Ao entrar na faculdade a expectativa da maioria das pessoas é a de aprender ao máximo o conhecimento académico fornecido, acreditando que aquilo que se estuda é o maior proveito que a sala de aula lhe trará.

 

Leia também:
» Dicas para se organizar na faculdade
» Descubra como aprender mais com as ferramentas do seu dia-a-dia
» 10 dicas para melhorar as suas notas

 

No entanto, depois de viver o dia-a-dia de uma universidade, descobrimos de que forma a bagagem com que cada um fica após esta fase da vida é pessoal e única – e o quanto pode estar relacionada com todo o universo fora da escola.

 

Talvez o primeiro choque dos universitários ao entrarem definitivamente no mercado de trabalho seja o de descobrir que muitas vezes os conhecimentos exigidos pelos professores não serão aproveitados no dia-a-dia. Por mais que a escola ofereça simulações e treino, nada se compara a encarar a realidade da profissão, que envolve muito mais do que competências e habilidades que não são ensinadas como relacionamento interpessoal. Isto não significa que tudo o que é ensinado é inútil, pelo contrário: são os conhecimentos prévios sobre o ramo que lhe vão trazer a base sólida para que o profissional se concentre nosrestantes desafios.

 

Tal raciocínio leva a outro ponto: estudar não significa ter notas altas. O bom resultado nos exames deve ser consequência da aprendizagem e não o objetivo final. Afinal, as notas são apenas números e não determinam o futuro de ninguém.

 

Aliás, nem mesmo o diploma que obtemos designa necessariamente o rumo que vamos seguir. Desta forma, não trabalhar com algo estritamente relacionado com o que se estudou não é sinónimo de fracasso, mas de flexibilidade e capacidade de adaptação. Há exemplos de profissionais inovadores que desenvolveram projetos incríveis justamente por que tiveram uma formação noutra área.

 

Outro grande mito é a questão financeira. Dentro das faculdades, é muito comum ser incentivado a procurar empregos que lhe ofereçam grandes salários, no entanto a satisfação pessoal também contae muito. Afinal, de que adianta auferir um bom rendimento e não souber aplicá-lo corretamente? Ou pior: ser financeiramente bem-sucedido, mas infeliz na carreira?

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.