text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Conciliar Estudos e Trabalho

      
estatuto trabalhador estudante
Se está a trabalhar e acaba de entrar num curso superior peça o estatuto de trabalhador-estudante  |  Fonte: iStock

Superar as dificuldades de conjugar Estudos e Trabalho

Como nem sempre é financeiramente possível manter uma dedicação exclusiva aos estudos, há quem tenha que conseguir conciliar os estudos com um emprego em part-time ou até mesmo a tempo inteiro, tarefa nem sempre fácil.

Muitos alunos aproveitam assim, o tempo em que estão na universidade, para fazer estágios ou até mesmo para trabalhar em regime de part-time. No entanto, conciliar estas duas atividades que exigem muita dedicação é um grande desafio que por vezes se pode tornar num obstáculo, caso não haja um equilíbrio eficiente entre as várias tarefas.

  • É aconselhável estabelecer uma escala de metas diárias para ir lendo aos poucos as matérias que vão sair nos exames.
  • A duração das deslocações entre a universidade e o trabalho, por exemplo, e o horário de almoço podem ser transformados em horas de estudo.
  • Muitas empresas trabalham com a possibilidade de folgas após escalas mais longas de serviço, ou com um banco de horas extra que podem ser trocadas por alguns dias de pausa.

Para ajudar os jovens estudantes a conseguir o máximo rendimento nos estudos, sem que desviem o foco do emprego a Universia preparou algumas dicas úteis. A saber:

Criação de uma estratégia de leitura

Regra geral, os cursos universitários têm uma grande carga de leituras específicas e obrigatórias para além dos trabalhos a entregar. Para conseguir lidar com tudo isto, é aconselhável estabelecer uma escala de metas diárias para ir lendo aos poucos e assim ter tempo para processar melhor a informação - em vez de deixar acumular a informação.

Rentabilização das horas livres

A duração das deslocações entre a universidade e o trabalho, por exemplo, e o horário de almoço podem ser transformados em horas de estudo. Assim economiza horas valiosas de preparação para os estudos e trabalhos a entregar. Para isso, aproveite a tecnologia a seu favor: facilite a leitura recorrendo a aplicações ou faça o download de livros grátis para ler no seu smartphone ou no tablet durante as viagens nos transportes públicos. Em época de exames, tenha sempre por perto os resumos da matéria, pois pode ser uma ótima maneira de ir estudando ao longo do dia e de não ficar sobrecarregado durante os horários de descanso, como as folgas ou fins de semana.

Organização dos dias de folga

Muitas empresas trabalham com a possibilidade de folgas após escalas mais longas de serviço, ou com um banco de horas extra que podem ser trocadas por alguns dias de pausa. Tente organizar a sua rotina de trabalho junto do seu chefe para que, na época de exames, consiga ter um dia livre para fazer revisões ou até mesmo para descansar e relaxar antes dos exames.

Ideias para trabalhos adequados à vida de estudante

Para muitos estudantes universitários, será importante arranjar um emprego, muitas vezes para suportar os custos das propinas. Será necessário que muitos destes estudantes aprendam a conciliar um trabalho com a faculdade. Esta não será uma tarefa fácil, porém, irá preparar os alunos para a futura vida profissional. De alguma forma, a criação de responsabilidades, também irão fomentar um grande crescimento pessoal e manter o individuo no caminho da sua própria autonomia. A Universia aconselha uma gestão do tempo equilibrada. Não te esqueças que também é importante que dediques algum tempo da tua semana ao lazer, para conseguires manter uma boa disposição na realização das tuas atividades diárias. 

Bolsas de Voluntariado nas Universidades

São várias as universidades que possuem uma bolsa de voluntariado que ajudará no pagamento das propinas. Normalmente estes trabalhos estão ligados à manutenção dos espaços comuns, como é o caso da biblioteca, mas também existem trabalhos de apoio a estudantes com necessidades educativas especiais ou de apoio aos serviços da universidade.

Dar explicações a alunos mais novos

Se te sentes à vontade com uma determinada disciplina, dar explicações em graus menores poderá ser uma boa forma de fazeres algum dinheiro. Para além disso, poderás rever matérias relativas a anos anteriores e poderás manter fresco este conhecimento.

Criador de Conteúdos para as Redes Sociais

A criação de conteúdos para a internet é um dos trabalhos que estão a emergir e que pedem cada vez mais pessoas capazes de relacionar diferentes temas de forma criativa. São cada vez mais as empresas que precisam de criar marketing de conteúdo e possuir uma boa gestão ao nível das redes sociais. Se gostas de escrever e tens alguns conhecimentos em edição de imagem, este pode ser um bom trabalho para ti.

Serviços de Apoio ao Cliente

Esta é, talvez, a área com mais possibilidades de emprego. À partida pode parecer um trabalho pouco entusiasmante, mas esta é uma possibilidade muito forte de adquirires experiência de trabalho em contexto empresarial. Para além disso, poderás desenvolver diversas soft skills que serão valorizadas no futuro.

Trabalhar na área da Restauração

São vários os tipos de emprego que poderás conseguir na área da restauração. Aqueles que poderão ser mais adequados para um estudante serão: Host/Hostess; empregado/a de mesa; empregado de copa. Trabalhar na área da restauração implica sempre manter um ritmo de trabalho alto, pelo que é recomendável fazeres apenas um part-time.

Livreiro / Alfarrabista

Para os alunos das áreas das Humanidades e Ciências Sociais, trabalhar numa livraria ou num alfarrabista, poderá ser uma boa forma de adquirir conhecimentos relacionado com a sua área de estudos. O negócio do livro envolve diversos intermediários e será uma mais-valia aprender acerca das suas diversas fases de criação. Estar perto de livros irá fomentar a busca pelo conhecimento.

Guia Turístico

Se estás a estudar numa cidade com diversos pontos de atração turística, então poderás sempre oferecer serviços de guia turístico. Para alunos com cursos relacionados com História ou Turismo, esta poderá ser uma oportunidade de pôr em prática aquilo que aprenderam na sala de aula. Também para quem já domina uma língua estrangeira poderá aventurar-se como guia turístico.

Usar o Estatuto Trabalhador-Estudante

Se já está a trabalhar e resolveu tentar a sorte no concurso geral de acesso ao ensino superior público português saiba que poderá depois beneficiar dos estatutos de Trabalhador-Estudante e de Estudante em regime de tempo parcial.

O regime aplicável aos trabalhadores-estudantes é o que consta do Código do Trabalho e da legislação que regulamenta e altera o mesmo Código. De salientar que o mesmo está também dependente do aproveitamento escolar no ano letivo anterior.

  • O trabalhador-estudante não poderá estar sujeito à frequência de um número mínimo de disciplinas.
  • Este estatuto está dependente do aproveitamento escolar no ano letivo anterior.
  • O regime aplicável aos trabalhadores-estudantes prevê ainda a existência, na medida em que seja possível, de uma época especial de exames.

De acordo com a atual legislação “considera-se trabalhador-estudante o trabalhador que frequenta qualquer nível de educação escolar, bem como curso de pós-graduação, mestrado ou doutoramento em instituição de ensino, ou ainda curso de formação profissional ou programa de ocupação temporária de jovens com duração igual ou superior a seis meses”.

Ao solicitar o estatuto de Trabalhador-Estudante deverá "comprovar perante o empregador a sua condição de estudante, apresentando igualmente o horário das atividades educativas a frequentar”, bem como “o respetivo aproveitamento, no final de cada ano letivo”.

Entre as grandes vantagens de solicitar o estatuto Trabalhador-Estudante destaca-se o acesso a regras específicas relacionadas com a organização do tempo de trabalho a possibilidade de dispensa de trabalho para frequência de aulas e prestação de provas de avaliação e o regime específico de férias e licenças.

Por outro lado, a legislação que regulamenta o Código do Trabalho ressalva ainda que o trabalhador-estudante não poderá estar sujeito à frequência de um número mínimo de disciplinas, nem a regime de prescrição, nem a disposição legal que faça depender o aproveitamento escolar de frequência de um número mínimo de aulas ou à limitação do número de exames a realizar em época de recurso.

Trabalhadores estudantes com época especial de exames

Além disso, o regime aplicável aos trabalhadores-estudantes prevê ainda a existência, na medida em que seja possível, de uma época especial de exames para estes estudantes, bem como a garantia de serviços de apoio nos estabelecimentos de ensino com horário pós-laboral, esclarecendo ainda que o regime é aplicável “ao trabalhador por conta própria, bem como ao trabalhador que, estando abrangido pelo estatuto do trabalhador-estudante se encontre, entretanto, em situação de desemprego involuntário, inscrito em centro de emprego”.

Já no que respeita à questão do estudante em regime de tempo parcial, saiba que as instituições de ensino superior facultam aos seus alunos a inscrição e frequência dos seus ciclos de estudos em regime de tempo parcial.

No entanto este regime de tempo parcial pode diferir de escola para escola, pois compete ao órgão legal e estatutariamente competente de cada instituição aprovar as normas regulamentares referentes a este regime, incluindo, designadamente, as condições de inscrição, as condições de mudança entre os regimes de tempo integral e de tempo parcial, os regimes de propinas e de prescrição, que devem resultar da adequação proporcionada das regras gerais aplicáveis. Na prática, nem todas as instituições de ensino superior terão contemplado este regime, deverá sempre informar-se diretamente junto de cada uma das instituições.

Ou seja, se está a trabalhar e acaba de entrar num curso superior, mas neste momento a sua disponibilidade é um pouco mais limitada do que esperava e não vai poder frequentar, por exemplo, mais do que 25% das disciplinas, poderá informar-se e solicitar este estatuto - caso esteja contemplado pela instituição em questão - e usufruir de um desconto significativo nas propinas.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.