text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

O que diferencia uma Universidade de uma Escola de Negócios?

      
Se deves escolher uma universidade ou escola de negócios vai depender dos teus objetivos de carreira
Se deves escolher uma universidade ou escola de negócios vai depender dos teus objetivos de carreira
  • As escolas de negócios são mais flexíveis nos programas e gestão dos alunos do que as universidades
  • Se procuras um curso mais vocacionado para a prática as escolas de negócios são a melhor escolha
  • Ao contrário, se o teu desejo é prosseguir os estudos para o mestrado ou doutoramento a universidade é a opção certa

É melhor uma universidade ou uma escola de negócios para os estudos superiores? A resposta não é linear. Uma não é melhor do que a outra, tudo depende da orientação que pretendas dar à tua carreira profissional.

Existem diferenças entre estudar numa universidade ou escola de negócios, porque uma e outra se baseiam em modelos com características, estruturas e orientações distintas. O mesmo programa de licenciatura ministrado numa universidade ou escola de negócios pode apresentar diferenças significativas.

O que devo levar em conta para escolher um ou outro?

As universidades têm desfrutado de um monopólio do ensino superior há séculos. São estruturas altamente hierarquizadas, públicas e privadas, criadas em torno do modelo tradicional de ensino. São organizadas de acordo com modelos determinados pelas leis de cada país ou região, e muitas vezes o ensino orienta-se para o prosseguimento dos estudos para o mestrado, doutoramento ou investigação. Os estudos superiores na universidade têm também uma sólida reputação junto de alguns setores mais tradicionais da sociedade.

Escolas de negócios: um modelo mais vocacionado para a prática

As escolas de negócios foram criadas no século XX em resposta ao vazio que as empresas encontraram na seleção de profissionais com alto grau de especialização no campo da gestão de negócios.

Em comparação com as universidades, as escolas de negócio adotam um modelo mais funcional, focado em responder às necessidades do setor produtivo, em que a educação especializada incorpora modelos de ensino mais vocacionados para a prática com professores capazes de superar a teoria.

Uma das consequências deste modelo é a maior flexibilidade das escolas de negócios quando se trata de organizar o ensino, planear programas de estudo e facilitar os procedimentos e a gestão dos alunos.

Outra diferença entre universidades e escolas é o grau de internacionalização: por norma, as universidades concentram uma percentagem muito menor de estudantes de outros países do que de escolas. Desta forma, os programas de mestrado destes últimos têm a vantagem de incorporar perfis muito diferentes, o que enriquece o processo de estudo.

A última grande diferença entre as universidades e as escolas de negócio está relacionada com a inserção laboral. Estas últimas desenvolveram relações sólidas e funcionais com as empresas para facilitar a incorporação dos estudantes, o que pode fazer a diferença quando se trata de conseguir um emprego ao terminar a pós-graduação e mestrado.

As melhores universidades para estudar finanças

EBook: As melhores universidades para estudar finanças

Encontra as escolas mais conceituadas para estudar finanças segundo o QS World University Rankings, que vincula estudantes, pós-graduados e executivos com as melhores instituições educativas a nível mundial.

Inscreva-se e baixe este eBook gratuitamente


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.