text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Em que se diferenciam o desenho UX, UI, IxD?

      
O UX, UI e IxD correspondem a três conceitos e abordagens diferentes
O UX, UI e IxD correspondem a três conceitos e abordagens diferentes
  • UX, UI, IxD: Três conceitos, três abordagens diferentes, um único objetivo, levá-lo cada vez mais perto das últimas novidades do desenho digital.
  • Nesta área é importante entender as necessidades e motivações dos utilizadores onde os conteúdos e as interações se juntam para criar uma interface amigável que corresponde aos objetivos desejados.
  • Seja com o teclado, com o rato ou através de um ecrã táctil, o contato entre os utilizadores e o interface nunca mais voltará a ser o mesmo. Bem-vindos ao futuro!

Mas afinal o que distingue o UX, UI e o IxD? Estes conceitos podem ser facilmente confundidos, mas é importante que sejam entendidos para uma melhor compreensão do mundo digital. São também ferramentas fundamentais para quem pretende ganhar mais confiança dos internautas ou clientes. De seguida explicamos as principais diferenças.

UI: Design de interfaces

O UI (User Interface) refere-se ao que acontece dentro do ecrã. Concentra-se no design e na distribuição dos elementos que compõem a interface com a consistência do design com a plataforma ou outros tamanhos de ecrã.

Não o confunda com design gráfico, pois o design da interface não inclui necessariamente o design gráfico. Por exemplo, no desenvolvimento de um wireframe, uma interface está a ser projetada, mas o design gráfico não está a ser aplicado.

Gostavas de tirar um curso nesta área?

Procura na Universia

UX: Experiência do utilizador

O UX (User Experience) refere-se à experiência que se deseja alcançar quando o utilizador usa interface. Para conseguir atingir os objetivos, é necessário tentar entender os utilizadores e as suas verdadeiras necessidades e motivações, para que possamos criar uma interface amigável com conteúdos e interações que alcancem o resultado desejado.

Finalmente, devemos validar o efeito produzido pela nossa interface proposta com utilizadores reais, para determinar se é necessário fazer alguma alteração. Existe validação direta e indireta.

A validação direta geralmente é qualitativa, pois permite-nos saber o motivo pelo qual os utilizadores interagem de uma determinada forma. Enquanto a validação indireta nos mostra o que fazem, mas não nos diz porquê.

O mais aconselhável é primeiro realizar uma validação direta através de testes com utilizadores, entrevistas qualitativas ou pesquisas de modelos mentais, para subsequentemente fazer a validação indireta por exemplo com os heat maps. Já ouviu falar do conceito? Mas afinal o que significam estes heat maps? São mapas de calor com representações visuais de cores que mostram exatamente onde as pessoas estão a interagir com o site. 

IxD: Design de Interação

O IxD (Interaction Design) refere-se ao contato entre o utilizador e a interface. Ou seja, trata-se da forma como a interface é ativado (se usamos o teclado, o rato, através de um ecrã táctil ou uma combinação deles), os fluxos de tempo de cada operação e as respostas do sistema.

Tendo aprendido a diferenciar estes três conceitos, deve-se notar que é muito importante educar o cliente em tópicos sobre UX, UI e IxD. É fundamental que os empreendedores ou os jovens que estão a pensar lançar uma startup possam ser capazes de operacionalizar estes conceitos para um maior sucesso dos seus negócios.

Onde estudar informática em Portugal

EBook: Onde estudar informática em Portugal

Os melhores programas formativos para uma carreira em que os profissionais começam a ser procurados pelas empresas quando ainda estão a estudar na universidade.

Inscreva-se e baixe este eBook gratuitamente


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.