text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

PatrocinadorUm novo formato de ensino “tech” chega a Portugal em 2019

Um novo formato de ensino “tech” chega a Portugal em 2019

      
A escola já conta agora com 2.200 estudantes formados nos diversos campus da Ironhack espalhados pelo mundo
A escola já conta agora com 2.200 estudantes formados nos diversos campus da Ironhack espalhados pelo mundo
  • A Ironhack lançou o primeiro curso em Madrid e o sucesso foi tanto que, rapidamente, se expandiu para outras cidades como Barcelona, Miami, Paris ou Cidade do México.
  • Alvaro Gonzalez, General Manager da Ironhack Lisboa acredita que este novo cenário vai trazer grandes vantagens.
  • A Ironhack assume-se como uma escola com consciência social, procurando contribuir para a inclusão e diversidade e apoiando a entrada de mais mulheres no ecossistema tecnológico.

Fundada em Espanha no ano de 2013, a Ironhack lançou o primeiro curso em Madrid e o sucesso foi tanto que, rapidamente, se expandiu para outras cidades como Barcelona, Miami, Paris, Cidade do México, Berlim, Amesterdão ou São Paulo. A escola já conta agora com 2.200 estudantes formados nos diversos campus da Ironhack espalhados pelo mundo.

Ironhack Lisboa

Inscreva-se já

Agora, chegou a vez de Lisboa e o timing não podia ter sido melhor. Afinal, a capital portuguesa está a passar por um tech boom cheio de oportunidades. A Web Summit decidiu ficar por cá mais 10 anos, o Grupo Volkswagen abriu um centro de desenvolvimento de software e a Google vai criar 500 novos empregos qualificados, só para dar alguns exemplos.

Alvaro Gonzalez, General Manager da Ironhack Lisboa acredita que este novo cenário vai trazer grandes vantagens: “Decidimos abrir o nosso próximo campus em Lisboa devido ao défice de talento tecnológico que as grandes empresas estão a encontrar em Portugal. Estas competem entre si para contratar developers e os salário estão a crescer depressa. Esperamos salários iniciais no mercado tecnológico para os nosso formandos entre 20.000€ e 25.000€ brutos por ano , bem acima da média do país”.

No final das nove semanas, o curso termina com a apresentação do projeto final, feito em pares. E, finalmente, com uma “ Hiring Week ”, da qual mais de 90% dos alunos saem já com emprego na área, considerando os alunos na Europa. “Não acreditamos que é necessário um curso de quatro anos para ser web developer júnior ou UX designer. Num curso de nove semanas de bootcamp, muito intenso, podes aprender as skills necessárias para trabalhar numa startup ou numa grande empresa”, explica o responsável.

O seu público-alvo são profissionais à procura de mudar de carreira, empreendedores sedentos por conhecimento que os ajude a lançar a sua startup, profissionais que querem adquirir novos conhecimentos e jovens licenciados que procuram complementar a sua formação.

A Ironhack assume-se como uma escola com consciência social, procurando contribuir para a inclusão e diversidade e apoiando a entrada de mais mulheres no ecossistema tecnológico. Por isso mesmo, a escola terá bolsas de estudo para mulheres , de modo a conseguir apoiar a entrada de mais mulheres nos seus cursos e por consequência, no mercado, contribuindo para o equilíbrio de género de que tanto se fala. Também há bolsas disponíveis para pessoas com residência em Portugal.

Ironhack Lisboa, INSCREVA-SE JÁ


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.