text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

O que é a aprendizagem por competências?

      
A aprendizagem de competências baseia-se no desenvolvimento integral do indivíduo
A aprendizagem de competências baseia-se no desenvolvimento integral do indivíduo
  • Na aprendizagem por competências, devem ser desenhadas estratégias que promovam a criatividade, a iniciativa e o pensamento crítico.
  • Podemos desenvolver competências, fazendo uso de modelos baseados na aprendizagem por problemas e por projetos.
  • A abordagem baseada em competências não pretende resolver os problemas na sala de aula, mas sim melhorar o sentido do trabalho escolar.

A aprendizagem por competências é baseada num modelo educativo focado no aluno, em que o estudante é o principal responsável pela aprendizagem e, portanto, deve procurar um constante aperfeiçoamento. 

O ensino estrutura-se de modo a que o fundamental não sejam os conteúdos, mas sim o processo de ensino-aprendizagem, onde o aluno aplica o que sabe. Portanto, não deve limitar-se apenas ao contexto escolar, mas deve estar ligado ao quotidiano.

Aplicar o que é aprendido implica abandonar as teorias?

Quando lemos sobre as abordagens de aprendizagem por competências, vemos que o aluno deve ser capaz de aplicar os conhecimentos. Não se trata da diferença entre a teoria ou prática, mas da capacidade de atingir o conhecimento, ser reflexivo e ser capaz de resolver problemas.

Lembre-se que existem teorias cujo domínio e compreensão nos tornam competentes para explicar e resolver situações ou que também existem práticas que são completamente obsoletas e cujo domínio não nos torna mais capazes. Então, o que importa não é a teoria ou prática, mas procurar conhecimento competente.

Gostava de tirar um curso superior?

Procure na Universia

Qual é o propósito da aprendizagem por competências?

A aprendizagem por competências baseia-se no desenvolvimento integral do indivíduo, razão pela qual se interligam os três saberes:

O que devemos modificar nas nossas salas de aula quando trabalhamos com esta abordagem?

Antes de nos aventurarmos a adotar a aprendizagem por competências, é importante que ela faça parte do modelo educativo da instituição, uma vez que deve estar de acordo com o sistema. Caso contrário, pode ser um esforço sobre-humano que criaria controvérsias, uma vez que as bases devem primeiro ser modificadas.

A primeira coisa que devemos mudar é o velho paradigma de acreditar que a escola é um espaço isolado para aprender por muitos anos. Pelo contrário, devemos vê-la como aquele lugar que contribui para a formação para a vida, isto é, a vida da criança, do adolescente, do jovem, do adulto, etc. E sabemos que esse não é um paradigma simples de adotar.

Para fazer isso, devemos projetar instruções sob atividades complexas, desafios e tarefas que incentivam os alunos a examinar os seus conhecimentos e habilidades.

Ou seja, a ideia é que o aluno na procura da aquisição das novas competências, seja capaz de definir e valorizar as competências que já possui. Isto consegue-se trabalhando a sua relação com o conhecimento e o seu ambiente.

Há que aproveitar os benefícios da abordagem construtiva e avaliação formativa, a fim de favorecer a assimilação ativa do conhecimento.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.