text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Como ingressar no ensino superior

      
Como ingressar no ensino superior
Como ingressar no ensino superior  |  Fonte: istock

É preciso estar preparado, atento às datas e ter estudado bastante para conseguir um bom resultado nos exames de acesso ao ensino superior.

O que é necessário para ingressar no ensino superior? Primeiramente, para se candidatar para o ensino superior é necessário ser um cidadão português, cidadão de algum país membro da União Europeia ou de algum estado terceiro. Caso seja uma pessoa que não é de nenhum estado da União Europeia, é necessário provar que resida legalmente em Portugal pelo menos dois anos e de forma ininterrupta antes de passar por todo o processo de seleção que veremos a seguir.

É necessário demonstrar ter sido aprovado no ensino secundário, mas cursos de educação e formação de adultos, cursos científico-humanísticos, tecnológicos, artísticos especializados, cursos profissionalizantes e adultos que concluam um processo de reconhecimento, validação e certificação de competências também valem para o acesso ao ensino superior. Fora isso, é preciso realizar as provas de ingresso para o curso ao qual se candidatou, além de obter a classificação mínima exigida que é de 95 em uma escala de 0 a 200.

As provas de ingresso são um passo necessário para o candidato. Elas são obrigatórias e são realizadas por meio dos exames nacionais ao final do ensino secundário e na universidade selecionada, como forma de acesso ao curso desejado. Para se inscrever na prova é necessário fazer a inscrição online no sistema da Direção-Geral do Ensino Superior.

Os exames de ingressos provam que o candidato estará apto a prosseguir seus estudos no ensino superior. Mas dependendo da universidade e do curso, podem haver mais de uma prova, sendo o máximo de três exames. Por isso, o candidato deve estar atento a qual curso e qual universidade ele busca ingressar para cursar o ensino superior. Alguns cursos requerem pré-requisitos além das provas, por isso é bom se informar quais as características do curso selecionado. Cada candidato pode selecionar um máximo de seis instituições e cursos que gostaria de cursar em ordem de preferência quando for realizar o exame nacional que dá acesso ao ensino superior.

O número de vagas para cada curso é limitado. São as próprias instituições que escolhem o número de vagas disponíveis para cada ano. Então, quais são os critérios de seleção? Primeiro, as duas provas são analisadas, a prova final do exame secundário e a prova de ingresso no curso de ensino superior desejado. Há um terceiro elemento que apenas alguns cursos exigem, que são os pré-requisitos.

Cada um desses itens é avaliado para se chegar a nota final do candidato. Quanto mais pontos o candidato conseguir, mais chance ele terá de cursar o seu curso escolhido. De modo geral, tanto para o ensino público, quanto para o privado, as regras de acesso são as mesmas.

Entrar no ensino superior é uma jornada que começa ainda na escola. É um longo período a ser percorrido até se fazer as provas de ingresso. Caso você já tenha em mente um curso pretendido, só falta estudar para alcançar uma boa pontuação e assim ingressar em um curso do ensino superior.  


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.