text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Formar em Educação Ambiental

      
Formar em Educação Ambiental
Formar em Educação Ambiental  |  Fonte: istock

Esta pretende estimular o debate crítico, a cidadania e a ética como meios para a conservação do meio-ambiente. Parte muito dos educadores e professores a preparação do indivíduo para a sociedade em que vive, onde se devem transmitir valores morais, mas também deveres face à nossa posição humana com a natureza que o rodeia. Neste sentido é importante que se apreendam, desde cedo, conceitos relacionados com a sociedade de consumo, antropocentrismo e o facto de os recursos naturais serem limitados perante as necessidades cada vez mais crescentes. É necessária esta educação, muitas vezes interdisciplinar, para que se possam formar gerações conscientes do seu lugar neste planeta e da necessidade de cuidarmos do mesmo. Desta forma podemos dizer que a Educação Ambiental move a política internacional, europeia, abrangendo também muitas Organizações Não Governamentais. Assim várias diretiva, leis e planos de ação foram realizados com o intuito de implementar a Educação Ambiental nos mais diversos organismos de formação, tanto públicos como privados. Transmitindo um tipo de conhecimento que é sobretudo apreendido como uma maneira de “estar” perante o mundo que rodeia a pessoa humana.

Podemos ver desde já a importância para a Educação Ambiental e também a necessidade de se formarem novos especialista nesta área. A formação em áreas da Educação Ambiental é especialmente importante para professores e educadores, pois serão estes que irão transmitir em primeira mão os valores que estão associados a esta área de conhecimento. De alguma forma também já é possível ver alguns métodos de ensino não-tradicionais que prezam a Educação Ambiental e a formação para a cidadania como matérias fulcrais para o percurso escolar.  Para quem quer seguir esta área, existem já algumas hipóteses de cursos em Portugal. As mais destacadas são:

  • Mestrado (2º ciclo de estudos) na Escola Superior de Educação de Lisboa.

Esta é uma opção de formação para a maioria das áreas com que se obteve qualificação na licenciatura. Prepara profissionais para uma futura participação em equipas de projetos de intervenção e investigação em Educação Ambiental.

  • Licenciatura (1º ciclo de estudos) no Instituto Politécnico de Bragança.

Este é um curso que junta várias áreas de conhecimento (Artes Visuais; Ciências da Educação; Ciências da Natureza; Ciências Sociais; Gestão e Administração; Língua e Literatura Portuguesa; Línguas Estrangeiras; Psicologia). Tratando-se de um currículo que irá permitir ao aluno aprofundar a Educação Ambiental de um ponto de vista social, natural, institucional e criativo.

Independentemente das formações específicas em Educação Ambiental, também existem outras formas de exercermos o dever cívico de conservar o meio-ambiente. São várias as associações que fazem atividades transversais à ecologia, arte ou ciência, proporcionando experiências educativas para crianças e jovens. Estas associações muitas vezes também têm programas de voluntariado e outras ações de formação que se destinam a qualquer pessoa. Na verdade, o que está implícito e que também a escola nos tem vindo a ensinar, é que este conhecimento cedido a partir da Educação Ambiental é o modo mais estratégico de criar cidadãos comprometidos com o futuro. A educação é o meio mais produtivo para realizar alterações paradigmáticas no seio da nossa sociedade e com melhores implicações para a preservação da nossa casa, do nosso planeta.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.