text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Boas razões para seguir Engenharia Aeronáutica

      
Boas razões para seguir Engenharia Aeronáutica
Boas razões para seguir Engenharia Aeronáutica  |  Fonte: istock

No entanto para outros teóricos entende-se que a Engenharia Aeroespacial é apenas um desenvolvimento da Engenharia Aeronáutica. De alguma forma as tecnologias usadas são as mesmas, pode-se dizer que entre um avião e um satélite existe apenas uma combinação diferente de tecnologia. Para quem está a pensar ingressar neste curso deve saber que o mesmo existe nos seguintes institutos superiores:

Instituto Superior Técnico– Engenharia Aeroespacial (Metrado Integrado)

Universidade de Beira InteriorEngenharia Aeronáutica (Mestrado Integrado)

Academia da Força AéreaEngenharia Aeronáutica (Mestrado Integrado)

Uma boa razão para ingressar neste curso é por ser um dos melhores cursos a nível Europeu e seguindo a boa tradição das engenharias em Portugal, possuí uma vertente teórica bastante grande nos primeiros semestres ao nível da Matemática e da Física. Portugal, está, por isso, bem posicionado também para projetos de investigação a nível internacional. Mais uma vez este curso também faz sentido, porque Portugal possui o maior espaço aéreo da Europa. Consequentemente este é um curso com taxa de emprego a 100% e possibilidade de ter emprego em qualquer país Europeu.

Este é um curso interdisciplinar, permitindo uma grande diversidade de saídas profissionais, pois abrange áreas como: aerodinâmica, propulsão, materiais, estruturas, eletrónica, computação, telecomunicações… Por este curso ser multidisciplinar, existe a possibilidade, depois de finalizado o curso, de serem desenvolvidas outras áreas da Engenharia para além da aeronáutica /aeroespacial. A média de conclusão do curso é de 5 anos, incluindo mestrado integrado.

O curso de Engenharia Aeronáutica da Universidade da Beira Interior foi o primeiro deste âmbito a ser criado em Portugal (1991). Atualmente os programas curriculares estão fortemente adaptados às demandas do mercado. Aqui existe também a possibilidade de se estudar ao nível da gestão de operações/manutenções, fabrico, investigação e desenvolvimento de aeronaves. É de se notar que um dos grandes benefícios deste curso será a proximidade entre docentes e alunos, permitindo a participação em provas de engenharia de nível internacional como é a Air Cargo Challenge.

A verdade é que atualmente estamos a assistir a uma massificação do transporte aéreo, trazendo mais oportunidades para quem se decida a estudar Engenharia Aeroespacial. Existe uma tendência em o futuro desenvolvimento da tecnologia computacional comece a facilitar as funções da matemática e da física na Engenharia, isto libertará os engenheiros para processos criativos e investigação de novos conceitos. Assim, para quem escolhe estudar aeroespacial / aeronáutica, deverá ter em conta uma vocação especial para o conhecimento da Matemática e da Física, mas também um certo fascínio pelas aeronaves e pelas possibilidades por explorar no Espaço.

Talvez a melhor razão para seguir Engenharia Aeronáutica / Aeroespacial, seja mesmo esta vontade criativa que os próprios céu e espaço provocam em nós, permitindo ao humano chegar cada vez mais longe através da invenção. Não podemos esquecer que em Portugal, o padre-cientista Bartolomeu de Gusmão, faria voar a sua Passarola no ano de 1709 – e é este espírito da invenção que poderá guiar-te ao longo do processo formativo da Engenharia Aeronáutica / Aeroespacial.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.